FOTO: Direitos Reservados

Começaram esta semana os exames nacionais. Alunos do 9º, 11º e 12º anos terão apenas algumas horas para mostrar e demonstrar o que aprenderam até agora na sua vida de estudantes.
A pressão e a ansiedade são elevadas? Provavelmente… mas para aqueles cuja preparação de exames começou há muito, poderão estar “mais” descontraídos e confiantes, o que os ajudará, muito provavelmente a atingir melhores resultados.
No Centro de Educação Integral, podemos dizer que a preparação para exames começa no primeiro dia do 1º ciclo e vai sendo reforçada em crescendo ao longo da caminhada até ao dia do exame nacional.
Um exemplo disso é a forma como no CEI encaramos as provas de aferição. Estas provas são úteis para aferir conhecimentos – quais as matérias que os alunos estão a aprender com mais facilidade e aquelas em que é preciso um maior enfoque e até alterar estratégias, mas também para colocar os alunos (e famílias) em situações de avaliação com níveis de pressão superiores às de um teste de avaliação. Para isso, no CEI levamos também estas provas muito a sério e são excelentes momentos para avaliação formativa dos alunos.
No ano de exame nacional tem de haver um maior enfoque na disciplina. A responsabilidade é grande, pois o peso dos exames nacionais não é de descurar. É assim a vida… É o que temos em vigor…
Assim, as estratégias são variadas e complementares:
• No horário, as disciplinas de exame são priorizadas de forma a aproveitar o período da manhã, quando a cabeça está mais fresca e a concentração tende a ser maior.
• Na planificação da disciplina, os professores procuraram terminar a matéria com antecedência, para que o final do ano letivo seja focado na revisão de toda a matéria e na resolução de exames de anos anteriores;
• Os testes são efetuados em consonância com os critérios usados nos exames nacionais, para que os alunos se habituem às regras e exigências das provas;
• As pausas letivas (como a Páscoa) são aproveitadas para preparação de exames, com os professores das disciplinas de exame disponíveis para orientar os alunos no seu estudo;
• Nas semanas que antecedem os exames nacionais (já depois de terminado o ano letivo), os professores estão disponíveis para retirar dúvidas e esclarecer algum exercício que os alunos não estejam a conseguir realizar.
Mas conhecer a matéria pode não ser suficiente para garantir uma excelente nota no exame nacional. Acima de tudo “é importante que os jovens acreditem em si”, dizem os especialistas e pela nossa experiência em mais de 25 anos a orientar alunos em exames nacionais, sabemos que este é o fator diferenciador.
Por isso, promovemos junto dos nossos alunos momentos de reflexão e desenvolvimento de técnicas que os ajudam a dominar nervos e superar bloqueios ou “brancas” que podem pôr em causa semanas de estudo intensivo:
• Disponibilidade do Coordenador de Equipa Educativa para refletirem sobre os seus objetivos e qual a melhor forma de os atingir, baseando-se no PDA (Plano de Desenvolvimento do Aluno);
• Desenvolvimento do programa O Líder em Mim, que os ajuda a estruturar os seus objetivos e priorizarem as suas tarefas;
• Curso de Programação Neuro-Linguística (PNL) – vencidos para triunfar, lecionado pela I Have the Power, que lhes dá ferramentas e estratégias para alcançarem o seu sonho.
Agora, resta-nos desejar BOA SORTE a todos os alunos, agradecer aos professores todo o seu empenho e às famílias o quanto acreditaram em nós e nos seus filhos…

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui