O programa de comemorações do 92.º aniversário da Emancipação Concelhia de S. João da Madeira começou a ser comemorado a 6 de outubro com o 155.º aniversário da Banda de Música através de um concerto dançante da mesma que contou com a participação da Filarmónica da Ressurreição de Mira e dos Amigos das Danças. A seguir, a Banda da Armada subiu ao palco da Casa da Criatividade.

O Dia do Município, 11 de outubro, começa com uma missa em memória de autarcas e funcionários falecidos, pelas 10h00, na Igreja Matriz, e continua, às 10h45, com a romagem aos cemitérios para a deposição de coroas de flores nas sepulturas dos autarcas sanjoanenses falecidos. O hastear de bandeiras com a presença dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira está marcado para as 11h30, e, quinze minutos depois, a sessão solene comemorativa do 92.º aniversário da Emancipação Concelhia.

O programa comemorativo continua da parte da tarde com uma vertente cultural e tecnológica. As inaugurações das exposições “Estibalitz Diaz de Durana. Entre Chapéus e Sonhos” e “Elevado. O Calçado de Carolin Holzhuber” realizam-se às 14h00 e 14h40 nos museus da Chapelaria e do Calçado, respetivamente, contando com a presença de Luís Filipe Mendes, ministro da Cultura. O 10.º aniversário da Sanjotec – Parque de Ciência e Tecnologia vai ser assinalado, pelas 18h00, com a abertura das suas portas a toda a população.

O Dia do Município continua a ser assinalado no dia 12 de outubro, às 19h00 e às 21h00, com a inauguração do Campo de Jogos das Travessas e com a cerimónia da Gala dos Campeões na Oliva Creative Factory com a presença de João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

As comemorações continuam no dia 13 de outubro, às 10h00, 10h45 e 11h30 com a inauguração do espaço lúdico na Rua José Régio no Parrinho, dos pavilhões do edifício 3 da Oliva Creative Factory e dos espaços lúdicos na Rua Manuel Luís da Costa em Fundo de Vila, respetivamente. Por último, o 92.º aniversário da Emancipação Concelhia termina no dia 13, pelas 19h00, com uma tradição e uma homenagem que é o XXIII Grande Prémio Internacional de Atletismo Alberto Batista.

“Centro industrial mais importante do distrito de Aveiro”

De acordo com os registos históricos, “S. João da Madeira conquistou a sua independência por decreto datado de 11 de outubro de 1926, sendo assim criado o município sanjoanense, refletindo o grande desenvolvimento que a então vila registava”, recordou o gabinete de comunicação municipal em comunicado enviado ao labor.

Nesse mesmo documento, S. João da Madeira era descrito como o “centro industrial mais importante do distrito de Aveiro” cujo progresso económico e social estava a ser “prejudicado, sufocado pela sua inferior categoria administrativa”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui