AD Sanjoanense, 2 – Lusitânia Lourosa FC, 3

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia.

Árbitro: José laranjeira, auxiliado por Duarte Santos e Paulo Santos (AF Aveiro).

AD Sanjoanense: Cristiano, Castro, Ken, Vítor Bastos, Cauê (Ivandro, 75’), Syzsi, Coulibaly, Kay Kay, Terrence (Daniel, 92’), Martin, Caleb (Rafa, 68’).

Suplentes: Ivo, Telmo, Leo, Júlio, Daniel, Rafa, Ivandro.

Treinador: Filipe Moreira.

Lusitânia Lourosa FC: Marco, Carvalho, Betinho (Pedro Silva, 75’), Edu, Guilherme, paulo Grilo, Dani Coelho, Serginho, Leo (Goba Zakpa, 66’), Cláudio, Hélder Castro (Diogo Cunha, 82’).

Suplentes: Leonardo, Correia, Danilo, Pedro Silva, Rena, Diogo Cunha, Goba Zakpa.

Treinador: André Ribeiro.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para carvalho (32’), Edu (55’), Hélder Castro (66’), Diogo Cunha (82’).

Ao intervalo: 1-2.

Marcha do marcador: 0-1 por Carvalho (3’), 1-1 por Martin (20’), 1-2 por Betinho (27’), 2-2 por Rafa (77’), 2-3 por Diogo Cunha (93’).

Após o desaire na jornada anterior e do afastamento da Taça de Portugal, depois de ter estado a vencer por 2-0, a Sanjoanense procurava regressar aos triunfos na receção ao Lourosa, mas a equipa alvinegra teve de recuperar por duas vezes da desvantagem e já em período de compensação sofreu o golo que ditou a terceira derrota consecutiva, a segunda para o campeonato.

Frente a uma equipa que tem sido falada pela grande quantidade de adeptos que tem registado nos jogos em casa, o encontro era aguardado com alguma expectativa e foi com as bancadas bem compostas que a Sanjoanense entrou a pressionar, incomodando a defensiva visitante logo nos segundos iniciais da partida.

Apesar do bom arranque dos alvinegros, foram os forasteiros que entraram melhor, inaugurando o marcador logo aos três minutos na sequência de um livre em que a bola é colocada na área e Leo tenta o golo, mas o cabeceamento fraco é aproveitado por Carvalho que, à entrada da baliza desvia para o fundo das redes.

A Sanjoanense procurou responder à desvantagem e já depois do Lourosa ter criado alguns calafrios à defensiva local é Martin que, de cabeça, restabelece a igualdade, à passagem dos 20 minutos, respondendo da melhor forma a um cruzamento de Terrence já perto da linha de fundo.

Com o jogo dividido, mas com os alvinegros a procurarem tomar conta da partida, foi o conjunto liderado por André Ribeiro que chegou ao intervalo em vantagem quando já perto da meia hora, após um lançamento dos locais, o Lourosa recupera a posse de bola e, num rápido contra-ataque, Betinho é servido por um colega de equipa e, praticamente sem oposição, bate Cristiano pela segunda vez.

Na segunda parte a Sanjoanense entrou melhor e ainda antes do primeiro quarto de hora poderia ter chegado à igualdade, mas Martin, sem oposição frente à baliza, não consegue desviar o passe de Kay Kay.

Os locais mantiveram a postura e pouco depois da meia hora Rafa, que minutos antes havia entrado para o lugar de Caleb, responde da melhor forma a um cruzamento de Evandro e, de cabeça, restabelece, mais uma vez, o empate.

Com o golo da igualdade a Sanjoanense procurou chegar à vantagem, mas já em tempo de compensação foi o Lourosa que, na sequência de um lançamento longo de Dani Coelho para o interior da área, vê a bola chegar a Diogo Cunha, após desvio de Ivandro, que ,à entrada da área, remata forte e sem hipótese para o guardião Cristiano.

No próximo fim de semana a Sanjoanense desloca-se a Penava do Castelo, onde já deverá estar sob a orientação do novo técnico, após a saída de, no passado dia 8, de Filipe Moreira. Num comunicado divulgado pelo clube, a Futebol SAD informa que “chegou a acordo com o treinador Filipe Moreira para a rescisão do contrato em vigor entre as partes”. No documento os responsáveis agradecem “todo o empenho e dedicação demonstrados durante o período em que orientou a equipa sénior de futebol”, desejando ao ex-técnico alvinegro um percurso de sucesso pessoal e profissional.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui