Entre outras conquistas, Maria dos Santos Pinto ganhou um dos primeiros prémios do XX Concurso Internacional Santa Cecília. Atua este sábado, pelas 21h30, em S. João da Madeira

 Iniciou os estudos musicais aos três anos de idade. Onde? E porquê?

Comecei os meus estudos em casa com a minha mãe, porque ela estava sempre a tocar piano, quando era pequenina, e comecei a me interessar.

De onde vem o “bichinho da música”?

Vem da minha mãe que toca desde que sou bebé para mim, do meu irmão [Francisco Rafael Santos Pinto que já participou em dois Musicatos] que toca violino e do meu avô que tinha muitos CD´s em casa e eu ouvia.

O porquê dos instrumentos piano e violino e não outros?

Piano porque ouço a minha mãe desde pequena e gosto muito. Violino por influência do meu irmão. 

Quanto tempo dedica à música? Quer seguir música ou pensa enveredar por outra área profissional?

Nos dias em que tenho menos tempo estudo uma hora e nos que tenho mais tempo estudo para aí umas três. Pretendo seguir esta área. 

Com apenas 13 anos, já conquistou vários prémios. Que significado têm? Qual foi o mais importante e porquê?

Valorizo muito os meus prémios, tanto os melhores como os piores. Têm o significado do meu trabalho. Estudei muito para os ganhar. Mas o mais importante foi, sem dúvida, o Concurso Internacional Santa Cecília, porque teve um nível muito alto.

Como surgiu a oportunidade de participar no Musicatos?

Surgiu a partir do Concurso Internacional Santa Cecília. O melhor português da categoria B ganhava um recital em S. João da Madeira.

O que podemos esperar da atuação do próximo dia 27?

Acho que podem esperar um recital agradável com os quatro melhores compositores da história da música. Na interpretação das obras dos compositores dou o meu melhor.

Quais foram os critérios tidos em conta na escolha do programa?

Toquei o 1.º andamento da sonata de Beethoven no Concurso Internacional Santa Cecília e agora quero tocar esta sonata na íntegra. Children`s Corner, de Claude Debussy, toquei há uns anos e decidi repetir.

O alinhamento do programa foi escolhido de forma a ser agradável para quem ouve e para quem toca. Além disso, Beethoven, Bach, Chopin e Debussy estão entre os meus compositores favoritos.

Espera casa cheia?

Sim. 

Aconselha outros adolescentes a seguirem música?

Sim, pois a música serve para todas as idades.

Acha que é possível singrar como músico em Portugal?

Sim. E acho que tenho capacidade para alcançar um nível assim tão alto.

 

Programa do recital de piano

 

J.S. Bach: Minueto

V. Beethoven: Sonata op.10 n.º1| Allegro molto e con brio | Adagio molto | Prestíssimo

Intervalo

ChopinValsa op,69 n.º1

Chopin Fantasie-Impromptu op.66

DebussyChildren`s Corner

 Doctor Gradus Ad Parnassum

Jimbo`s Lullaby

  Serenade for the Doll

  The snow is dancing

 The little Shepherd

   Golliwog´s Cake-Walk

 

Mariana Santos

Maria dos Santos Pinto nasceu em 2005, Santa Maria da Feira. Iniciou os seus estudos musicais aos três anos de idade, com a sua mãe, Isabel Cristina Santos.

É aluna da Academia de Música de Santa Maria da Feira desde 2013, onde frequenta a classe de piano da professora Olga Cecília Ramos. Paralelamente, estuda com os professores Constantin Sandu e Pedro Emanuel Pereira. Estuda também violino com o professor Iosif Grinman. Frequentou cursos de aperfeiçoamento com Constantin Sandu, Fernando Pouchol, Maria José Souza Guedes, Fausto Neves, Bin Wang, Paulo Oliveira, Álvaro Teixeira Lopes e Pedro Emanuel Pereira. Participou em masterclasses de música de câmara (JNY) com Arik Braude, Sophie Arbuckle e Roberto Riga.

Desde os cinco anos tem participado em concursos nacionais e internacionais, tendo já conquistado vários prémios: 1.º Prémio no Concurso Paços Premium; 1.º Prémio no Concurso da Póvoa de Varzim e 1.º Prémio no Concurso Elisa Pedroso. Também foi laureada nos Concursos de Piano Florinda Santos, Gilberta Paiva, São Teotónio e Pequenos Galinhos. Recentemente, obteve o 1.º prémio na categoria correspondente à sua faixa etária no XX Concurso Internacional Santa Cecília e o “Prémio Melhor Português Júnior B”.

Participou em recitais no Museu Soares dos Reis, Igreja Matriz de Ovar, Museu de Ovar e no FestOvar de 2017, onde tocou a solo e com o violinista Francisco Rafael Santos Pinto.

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui