O trabalho é o tema do 11.º Encontro Internacional de Ilustração que começou com a sessão de abertura realizada no dia 2 de novembro na Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory. Um local onde outrora funcionou a Oliva, a maior metalúrgica do país e um dos maiores símbolos da indústria na cidade, e onde agora o trabalho está representado através da ilustração.

Para esta edição, a junta de freguesia decidiu inovar com a encomenda de uma coleção de paisagens da cidade ao arquiteto e ilustrador João Lopes que deram origem ao livro “Colorir S. João da Madeira”. Um livro com ilustrações de espaços sanjoanenses para “colorir, com diferentes graus de dificuldade,” que são destacáveis e a pessoa pode colocá-las “onde bem entender”, deu a conhecer a presidente Helena Couto, destacando as três gravuras em ponto grande que podem ser coloridas com lápis Viarco até ao dia 10 na Sala dos Fornos na Oliva Creative Factory.

Neste mesmo espaço as pessoas podem visitar uma Feira do Livro, uma bancada com material criado exclusivamente para o encontro (catálogos, postais, Mapa Ilustrado de S. João da Madeira, livro “Colorir S. João da Madeira”, porta-chaves e sacos ilustrados) e cinco exposições.

Uma delas apresenta cerca de 50 trabalhos de alunos da Faculdade de Belas Artes do Porto, uma das entidades convidadas deste ano, sobre a ostracização ao lobo e relação entre o homem e o lobo.

Outra das exposições contempla 50 trabalhos da autoria dos 25 ilustradores finalistas do 11.º Encontro Internacional de Ilustração deste ano. Entre os quais, 11 ilustradores são de Portugal, oito de Espanha, dois da Argentina e do Brasil, e um e da Ucrânia e da Itália. As ilustrações refletem as diferentes visões e contradições existentes no mundo do trabalho.

Os finalistas foram escolhidos por um júri constituído por Armando Silva, arquiteto, Francisco Vaz Silva, designer, editor e fundador da livraria Gigões e Anantes, Gonçalo Viana, arquiteto e ilustrador, José Lima, empresário e colecionador de arte contemporânea, e Luís Mendonça, professor, editor e ilustrador.

A sessão de encerramento e de entrega de prémios está marcada para amanhã, dia 9 de novembro, pelas 19h00, na Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory.

O primeiro premiado, “Prémio Armando Silva”, receberá um Macbook Pro 13 e Mesa Gráfica Wacom Intuos Basic. Além disso, este ilustrador vai ser convidado do 12.º Encontro Internacional de Ilustração, onde terá a oportunidade de ter uma exposição individual com os seus trabalhos, orientar um workshop e participar gratuitamente em todos os workshops de ilustradores convidados com oferta de estadia, deslocações e alimentação durante toda a semana. O segundo premiado receberá uma caixa de material Viarco, Stylus Bamboo Tip e a participação gratuita em dois workshops de ilustradores convidados para o 12.º Encontro Internacional de Ilustração.  O terceiro premiado receberá material Viarco, Stylus Bamboo Tip, e a participação gratuita num workshop de um ilustrador convidado para o 12.º Encontro Internacional de Ilustração.

A Junta de Freguesia de S. João da Madeira conta com o apoio de diversas entidades públicas e privadas para a organização deste evento que terá um custo de 25 mil euros.

“Cada vez mais o encontro está a extravasar as fronteiras concelhias”

A exposição com trabalhos de Nella Gatica, vencedora do 10.º Encontro Internacional de Ilustração, retrata de “forma poética” as mulheres sempre acompanhadas da mancha gráfica azul em representação do mar depois de as ter observado nas praias da Patagônia, Argentina, estando a acompanhar as mesmas a ilustração da capa de um livro, da autoria de Nella Gatica, e o poema “El mar de visita” da escritora e poetisa Mar Benegas, devido a uma futura parceria entre as duas artistas, da qual resultará “um livro acordeão” cujo formato será “tal como o acordeão”, contou Nella Gatica aos presentes.

Os visitantes poderão ainda visitar os 67 trabalhos de alunos das escolas sanjoanenses fruto de uma parceria existente entre as escolas e a junta de freguesia de então até à atual, tal como fez questão de mencionar a presidente Helena Couto. Além destes, os trabalhos de alunos da Escola Manuel Laranjeira de Espinho. Uma prova de que “cada vez mais o encontro está a extravasar as fronteiras concelhias”, salientou Helena Couto.

A sessão de abertura do encontro contou ainda com a atuação de um grupo de ginastas do Armazém A4 e de utentes da CERCI e do Coro de Câmara.

A presidente da junta de freguesia terminou com um agradecimento a todas as pessoas e entidades envolvidas na construção de mais um Encontro Internacional de Ilustração.

Concerto ilustrado“Filho da Mãe com Cláudia Guerreiro”

DR

No âmbito do 11.º Encontro Internacional de Ilustração, o concerto ilustrado “Filho da Mãe com Cláudia Guerreiro” decorreu no dia 6 de novembro na Casa da Criatividade.

A Associação Cultural Luís Lima, juntamente com a junta de freguesia, organizou este espetáculo em que tivemos “Filho da Mãe” na guitarra e Cláudia Guerreiro na tela.

O programa do Encontro Internacional de Ilustração continua até este sábado, dia 10 de novembro, com oficinas nas escolas, oficinas para o público, workshops de ilustradores convidados, conversas, apresentações e autógrafos.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui