Os regulamentos municipais de Apoio à Vacinação Infantil e de Apoio às Famílias de S. João da Madeira (SJM) foram publicados ontem, dia 11 de julho, em Diário da República.

A Câmara Municipal de S. João da Madeira vai comparticipar a vacina contra o rotavírus que não está incluída no Plano Nacional de Vacinação. A vacina contra o rotavírus – Rotarix (59,52 euros) e RotaTeq (51,18 euros) – pode ir até duas ou três doses e os custos são suportados na totalidade pelos utentes.

A autarquia sanjoanense pagará a compra de vacina contra o rotavírus a todas as crianças nascidas desde o dia 1 de janeiro deste ano dos agregados familiares residentes e recenseados em SJM e inscritos no Centro de Saúde de SJM.

Já o Programa de Apoio às Famílias do Município “S. João Solidário” pretende implementar medidas de apoio social complementares às existentes no Município.
As diferenças em relação ao regulamento anterior são o aumento do valor monetário de apoio por pessoa e agregado e a comparticipação de medicamentos a pessoas inválidas. O limite de apoio é de 800 euros anuais por agregado familiar e de 400 euros anuais por cidadão isolado, estando previsto, em casos excecionais o aumento do montante de apoio, previamente fundamentado pela Divisão de Ação Social, e proposto ao Município. A câmara vai comparticipar na totalidade o valor que não é comparticipado pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) dos medicamentos prescritos até ao montante máximo de 400 euros anuais por pessoa.

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...