Créditos: Direitos Reservados

Com dois escalões em competição, o voleibol da APROJ voltou a estar em bom plano no último fim de semana, ainda que uma das equipas não tenha conseguido triunfar. Foi a formação de juvenis, a jogar em casa frente ao Clube Atlântico da Madalena, que acabaria por ceder. As comandadas de Cláudio Laranjeira entraram fortes no jogo, aliando a um serviço forte uma boa defesa baixa, que lhes permitiu pontuar na transição, mas ao longo do primeiro set o conjunto local cometeu alguns erros na receção e ataque que permitiu às adversárias fechar de forma confortável.

No segundo set a APROJ voltou a forçar o jogo, obrigando as atletas de Vila Nova de Gaia a trabalhos redobrados para superarem as dificuldades, mas o conjunto de S. João da Madeira mostrou-se sempre concentrado acabando por vencer nas vantagens por 26-24.

As locais voltariam a cometer demasiados erros de receção e side-out nos dois últimos sets, que permitiram às visitantes controlar o marcador até ao final.

Apesar da derrota, o técnico destacou o facto da sua equipa ter conseguido vencer um set frente a um forte adversário, igualando o CD Fiães no terceiro lugar do grupo, posição que poderá dar acesso a uma “pool” para disputar um lugar no Campeonato Nacional. “Esse é o sonho desta equipa e o grande objetivo da época”, sublinhou Cláudio Laranjeira.

A próxima jornada é a 15 de dezembro, às 10h30, frente à equipa B do Ala de Gondomar.

Melhor desfecho foi conseguido pela equipa de Minis A, que, na deslocação à Maia para medir forças com o Colégio do Rosário, o Madalena e o F.C. Boavista no Torneio de Natal, subiu aos lugares de pódio.

A participar no nível intermédio, APROJ entrou com uma derrota frente à equipa A do Colégio do Rosário (39-47), num jogo onde houve falta de comunicação e alguns serviços falhados. Após algumas alterações, a APROJ saiu vitoriosa no segundo encontro por uma margem bastante confortável (53-28) frente ao Madalena. Antes do intervalo, a turma de S. João da Madeira defrontou, novamente, o Colégio do Rosário, desta vez a equipa C, somando a sua segunda vitória (40-26), sendo que no regresso as Minis A enfrentaram a equipa B do Boavista, que já tinha o jogo perdido na secretaria, mas as atletas de S. João da Madeira não facilitaram e, em jogo, venceram por 38-20.

O encerramento da fase de grupos entre a APROJ e AJM/FCP foi equilibrado e definia o segundo lugar. Após perder por dois pontos a APROJ respondeu na segunda parte com uma vitória por dois pontos, que se manteve até ao final, sendo necessário recorrer à diferença de dois pontos para se encontrar o vencedor. Nesse momento de pressão as atletas comandadas por Diogo Santos levaram a melhor vencendo a AJM/FCP por 40-38.

No último jogo do torneio frente à equipa A do Boavista, a APROJ conseguiu gerir a vantagem alcançada inicialmente, vencendo por 45-36, segurando o terceiro lugar no Torneio de Natal, o primeiro torneio da época.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...