Corte de árvores Manuel Luís Almeida aproveitou o período de antes da ordem do dia (PAOD) para “alertar e mostrar algum desconforto pelo corte de árvores generalizado na Rua Serpa Pinto”, referindo-se, segundo disse, a “plátanos com mais de 80 anos”. Na opinião deste membro da coligação PSD/CDS-PP, “reconverter o arruamento cortando todos os plátanos é um erro quando todos pugnamos por políticas ecológicas e sustentáveis”.

Jorge Sequeira garantiu não se ter tratado de “uma decisão arbitrária”. De acordo com o autarca, “as árvores foram abatidas, porque apresentavam problemas fitossanitários”, havendo “elementos fotográficos que reportam essa mesma situação e que teremos muito gosto em partilhá-los”.

Ainda segundo o presidente da câmara, “ao longo destes três anos, já tivemos de abater algumas árvores, que apresentavam problemas fitossanitários [tal como estas, da Rua Serpa Pinto] ou colocavam problemas de risco para a segurança de pessoas e bens”. No entanto, “o saldo ambiental será muito positivo, porque têm vindo a ser plantadas muitíssimas mais árvores na cidade”, garantiu.

Passeios “Seria bom não olhar apenas para a Praça e zonas adjacentes onde se despejaram milhões de euros”, pediu Manuel Luís Almeida, em jeito de crítica. O deputado da bancada da coligação PSD/CDS-PP aproveitou o PAOD também para criticar “o mau estado de pavimentos e passeios de alguns arruamentos”, entre os quais a Avenida de Casaldelo, Rua do Sobreiral, Avenida do Brasil, Rua de Angola, etc..

Sobre a Avenida de Casaldelo e o passeio em concreto que Manuel Luís Almeida referiu, o presidente da câmara assegurou que este faz parte de uma empreitada “prontíssima para arrancar [‘já está adjudicada e com contrato assinado’]”, contudo, “o empreiteiro ainda não reuniu condições para ir para o terreno”.

Ainda a propósito, Jorge Sequeira adiantou que têm “concluída toda a contratação da empreitada ‘+ Acesso’, que vai reabilitar imensos passeios, com financiamento comunitário”. “Estará para ser consignada nos próximos dias”, acrescentou.

Ratos Conhecedor de “relatos de aparecimento de ratos na Avenida Engenheiro Arantes Oliveira, Largo de Santo António e Rua Teixeira de Pascoais”, Paulo Barreira perguntou “se já foi feita alguma desinfeção aos esgotos ou se está prevista alguma”.

Segundo o elemento da coligação PSD/CDS-PP, este assunto não é novo, daí que “começa a ser urgente realizar esse tipo de limpeza e desinfeção”.

Em resposta, Jorge Sequeira não só admitiu que “já tivemos problemas” com animais indesejados, como ratos e baratas, como também garantiu que “a Águas de S. João faz periodicamente intervenções de desratização e desbaratização” na cidade.

“Ainda ontem [dia 16] falei sobre isso com o diretor da Águas de S. João e estou à espera que me seja feito o reporte”, completou o líder autárquico.

Contentores Também no PAOD, Paulo Barreira chamou à atenção para que os contentores de lixo “estão demasiado sujos”, levando a “imagens poucas dignas” de “sacos colocados fora dos contentores”, até por receio da Covid-19.

“Sugiro que, à semelhança da primeira vaga [da pandemia], façam desinfeções e até uma limpeza mais assídua”, sugeriu o membro da bancada da coligação do PSD/CDS-PP, acrescentando: “Para que as pessoas se sintam mais seguras”.

Respondendo a Paulo Barreira, Jorge Sequeira garantiu haver “um plano de limpeza” que “amanhã mesmo [dia 18]” ia “verificar, junto dos serviços, se está a ser cumprido e se há necessidade de o incrementar”. Segundo o autarca, a questão levantada pelo social-democrata “é pertinente”: “Muitas pessoas podem não querer tocar no contentor”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...