Ao aproximarem-se as eleições autárquicas, começando-se a definir quem são os candidatos, os gatos Oliva e Sanjo que estão na Câmara decidiram que serão candidatos a um novo mandato.

O nosso jornal apurou que o casal de felinos entende que os destinos da Câmara não podem ficar entregues apenas a um rafeirito alentejano que também por lá anda, nem às duas outras gatas Irene e Paula. Daí a recandidatura. Os gatos entendem que a presença animal no órgão autárquico tem que ser fortalecida, não bastando que o Presidente da Câmara tenha nomeado para o seu gabinete o Timón e o Pumba.

Esta tomada de posição não surpreende na política sanjoanense, atendendo à cada vez maior predominância dos animais na definição das políticas públicas.

Também outras forças animais começam a movimentar-se no sentido de promover candidaturas concorrentes

com os gatos que agora se recandidatam.

No posicionamento e escolha de candidatos, os animais de tiro encontram-se parados atenta a previsibilidade da saída do Cavaleiro. Os periquitos identificam-se com a candidatura da Dra. Susana Lamas, e as tartarugas já se apressaram a manifestar apoio ao Eng.º Jorge Cortez ou à Dra. Fátima Guimarães, dependendo de se saber a quem é que calha esta vez.

Os lacraus e as cobras sentem-se sem qualquer representatividade desde que o Dr. Jorge Lima abandonou a política, e as preguiças têm nostalgia dos tempos do Dr. Luís Ferreira.

Ainda sem candidato estão também as sanguessugas, que aguardam para saber quem será o ganhador e assumi- rem posição.

As moscas, por seu lado, não estão nada preocupadas, pois, como todos sabemos, essas são sempre as mesmas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...