Grupo “Artes de Palco” estreia musical “À Sombra da Bananeira” 

0
171

Sábado e domingo, no Centro Cultural de Milheirós de Poiares 

 

“Depois de um ano de tantas incertezas, de difíceis adaptações e de muitos (muitos!) ensaios online”, os talentos do grupo “Artes de Palco” – uma parceria entre a Associação de Promoção da Juventude (APROJ) e o Armazém 4 – vestem a pele de animais em vias de extinção no musical ‘À Sombra da Bananeira’ para demonstrar isso mesmo. Que estamos “à sombra da bananeira” no que toca a enfrentar problemas tão reais como as alterações climáticas, a poluição ou a destruição dos ecossistemas, refere nota informativa remetida ao labor pela APROJ.

Inserido na terceira edição do Festival Cortinas, o espetáculo – que conta com coreografia de Diana Rocha – foi escrito antes da pandemia e sobe finalmente ao palco com estreia agendada para as 11h00 do dia 1 de maio. “Estamos muito entusiasmados, sobretudo depois de um ano difícil, com muitos ensaios online e muitas adaptações. Inicialmente havia a possibilidade de o musical ser gravado, mas quando percebemos que seria possível realizá-lo mesmo em cima do palco, o entusiasmo é outro”, reconhece Rui Alves, satisfeito.

Esta é a primeira vez, desde o início da crise pandémica, que o grupo volta a pisar os palcos e a fasquia, diz o coordenador, “está muito elevada”. Depois de esgotados os bilhetes para sábado, a organização decidiu fazer a reposição do musical no domingo, à mesma hora.

Ao todo, serão 25 artistas – entre os seis e os 14 anos – que estarão no palco, que se transformará numa zona de um jardim zoológico onde vivem animais em vias de extinção. Para garantir todas as condições de segurança, os talentos de palmo e meio realizarão testes à Covid-19 esta sexta-feira.

O evento, cujo custo do bilhete é de 2,5 euros, cumpre também todas as normas de segurança emanadas pela Direção-geral da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Loading Facebook Comments ...