A rapper é uma das poetisas homenageadas e convidada da Peregrinação Poética

 

A poesia deixou a sua zona de conforto. Saiu dos livros e entrou, sem pedir licença, nas escolas, nos restaurantes, nas fábricas, nos transportes públicos e nos centros de saúde e vacinação de S. João da Madeira.

Os poemas declamados pertencem a Alda Lara, Vítor Nogueira, Daniel Filipe, A. M. Pires Cabral, Rosalia de Castro e Capicua, os poetas homenageados do Festival Literário Poesia à Mesa.

Nesta que é a sua 20ª edição, Capicua está presente em dose dupla. A rapper é uma das poetisas homenageadas e convidada da Peregrinação Poética que tem lugar amanhã, dia 18 de março, pelas 21h30, com ponto de partida marcado na Biblioteca Municipal Renato Araújo. Para além da participação especial de Capicua, a Peregrinação Poética, um dos momentos mais marcantes do Festival Literário Poesia à Mesa, contava com uma outra, a de Vítor Nogueira, que é também ele um dos poetas homenageados, mas que por motivos pessoais não poderá estar presente.

Assim sendo, a Capicua juntar-se-ão os grupos da terra que anualmente são os pilares deste momento maior da poesia em S. João da Madeira. São eles A Bem dizer, Associação Cultural Luís Lima, Associação de Jovens Ecos Urbanos, CERCI, Fugas Poéticas, TOJ e Universidade Sénior. A sua coordenação cabe ao performer Paulo Condessa que é um dos comissários do festival literário juntamente com o poeta José Fanha.

Pedro Freitas, o Poeta da Cidade, sobe hoje à noite ao palco da Casa da Criatividade

Metafisicamente d´outro mundo “condensa em si duas formas de arte: a palavra, materialização de forma literária, numa performance que tenta mergulhar no sentido mais íntimo da questão: o que é o amor metafísico?, e a música, numa atmosfera quase divina, pelas mãos de wake up Sleep (Claúdio Martins)”, segundo a informação disponibilizada pelo Festival Literário Poesia à Mesa.

É com este espetáculo que Pedro Freitas, conhecido como Poeta da Cidade, sobe hoje, dia 17 de março, pelas 21h30, ao palco da Casa da Criatividade, a maior sala de espetáculos da cidade.

O Poetizando com José Fanha e Fernando Tordo aconteceu ontem à noite, já depois do fecho da presente edição, sendo, por isso, devidamente noticiado no jornal da próxima semana.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o  trabalho aqui .

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...