O PSP suspeito de ter disparado mortalmente sobre a companheira do condutor de um carro roubado em S. João da Madeira começa a ser julgado esta quinta-feira no Tribunal de Santa Maria da Feira.

Para além do agente, que está acusado de um crime de homicídio por negligência, também o assaltante, conhecido como André “Pirata”, vai estar sentado no banco dos réus para responder pela prática de dois crimes de furto, um na forma tentada, outro de resistência e coação sobre funcionário.

Recorde-se que, tal como labor noticiou na edição de 1 de outubro de 2020, a existência de vários furtos em viaturas na Avenida do Vale, em S. João da Madeira, levou a PSP a criar uma equipa de investigação deste tipo de crime.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 12 de janeiro ou no formato digital. Assine o labor aqui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...