Embora se encontre numa fase embrionária, projeto vai ser lançado no 60º aniversário do clube rotário sanjoanense. “Queremos chamar a comunidade a ajudar-nos. Isto é mudar completamente a vida de uma pessoa”, manifestou Inês Reis ao labor

A Inês é natural de Matosinhos. Quando começou a sua ligação a S. João da Madeira?

Através do Rotary. Eu comecei a namorar com o meu marido em 2006. Na altura eu fazia parte do Interact de Matosinhos e tinha uma amiga que já era amiga do meu marido na altura. Nesse ano o Rotaract de S. João da Madeira ia realizar uma conferência distrital e pediu ajuda aos clubes, a quem quisesse vir ajudar e eu vim. Num jantar surgiu o amor e há 12 anos que estou em S. João da Madeira.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 13 de abril ou no formato digital. Assine o labor aqui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...