Sanjoanense e Os Belenenses defrontam-se este sábado, pelas 15h30, no Estádio Conde Dias Garcia em jogo da terceira jornada da fase de subida, série 2.Os dois técnicos, António Barbosa e Bruno Dias, em conferência de imprensa lançaram a partida que vai colocar frente a frente os azuis do Restelo, líderes desta série, frente a uma Sanjoanense, que já esta época bateu os homens da Cruz de Cristo para a Taça de Portugal.

O técnico alvinegro começou por elogiar o trajeto do seu adversário e admitindo o seu valor, ao mesmo tempo que reconhece a ambição, a motivação e o desejo de ganhar. “Sabemos que temos de correr um bocadinho mais, ter mais intensidade e mais entrega para vencer”. Por isso, assegura que a sua equipa se preparou com “o máximo afinco e atitude competitiva para este jogo”.

Por seu turno, Bruno Dias, o técnico do Belenenses, lembrou o jogo da Taça de Portugal e referindo-se à qualidade do plantel dos alvinegros. “É uma equipa muito compacta, com estratégias claramente definidas em função de cada adversário”, não esquecendo o fator casa onde diz fazer daqui “a sua fortaleza”. No entanto, não deixou de afirmar que a sua equipa pode ganhar em qualquer campo, até porque “acreditamos naquilo que somos, que fazemos, no nosso processo e na forma como encaramos cada jogo, nunca deixando de respeitar o adversário”.

Para este jogo em concreto, António Barbosa diz ter estudado o adversário, identificando os pontos fortes e fracos, transmitindo isso aos seus jogadores. “Temos uma equipa jovem, com muita ambição, capacidade e um futuro brilhante, muitos deles em campeonatos profissionais, e que veem aqui uma grande oportunidade. E é essa ambição e consistência que nos tem ajudado. Foi com base nisso que trabalhámos para motivá-los e orientá-los para o sucesso que pretendemos”.

O técnico dos azuis do Restelo olha para todas as partidas como uma final e a oportunidade de a vencer. Mas admite também que terá pela frente um adversário “muito valoroso, bem orientado que nos vai criar dificuldades. Mas nós temos a convicção de que podemos ganhar em qualquer campo, contra qualquer adversário e em qualquer circunstância. Já o provamos anteriormente e vamos provar outra vez. Queremos conquistar os três pontos”.

António Barbosa acredita que esta série é muito equilibrada e que só se irá decidir “no último lance, no último minuto, face às características das equipas, que são muito próximas”. Acredita que, apesar da derrota em Vila Verde a sua equipa é muito consistente” e será o detalhe, o rigor, a ambição e a capacidade de resolver os problemas e criar soluções” que podem estar na base da vitória. “Amanhã queremos ultrapassar as dificuldades e queremos vencer. Seremos seguramente focados, mas o resultado e aquilo que acontece nos jogos, depende sempre de duas equipas, sendo que temos de respeitar o adversário, começando por nos respeitar a nós mesmos”, assegurou o técnico alvinegro.

Chegados a esta fase decisiva, Bruno Dias olha para a sua equipa é diz notar um crescimento nos seus jogadores. “O Belenenses que terminou a primeira fase já era muito forte, mas agora surgiu um Belenenses ainda mais forte, isto devido à qualidade de trabalho dos jogadores, a forma como eles entendem, todos os dias qual o passo a seguir para ganhar o jogo. Os jogos ganham-se a cada treino e eles têm demonstrado essa capacidade de se transcenderem. Depois temos tido a felicidade nos jogos de demostrar essa transcendência, e conquistado estas finais. Isto é muito mérito dos jogadores”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...