(Liberdade de oratória. Afirmações arrojadas)

Acabe-se e por que não, das parrésias o seu impulso,
Eternize-se no efémero, a arte de um bom viver,
Derrubem-se já os nadas, banalidades do avulso,
Questione-se o prodígio, de tudo o que é o ser!

Flores Santos Leite

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 22 de junho ou no formato digital. Assine o labor aqui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...