No âmbito do Erasmus+, “The Well Project” é um projeto dirigido a professores que desempenham cargos na escola e a entidades parceiras da escola, que conta com parceiros da Irlanda, da Chéquia, da Roménia e da Croácia.

Os seus principais objetivos são “capacitar o pessoal das escolas na criação de ambientes de aprendizagem seguros, acolhedores e atenciosos, onde os alunos possam crescer e desenvolverem-se como indivíduos e membros ativos da comunidade, sentindo-se respeitados e valorizados, vendo os seus talentos e necessidades específicos reconhecidos” e “permitir que o grupo-alvo aprenda, observe, discuta e compartilhe informações e conhecimentos”, explica o Agrupamento de Escolas João da Silva Correia (AEJSC) em comunicado enviado ao labor.

De 2 a 6 de outubro, a delegação portuguesa, constituída por seis professoras do AEJSC, pela vereadora da educação, Irene Guimarães, e pelo presidente da Junta de Freguesia de S. João da Madeira, Rodolfo Andrade, deslocou-se à Croácia e foi recebida pela equipa de uma escola de Varazdin que preparou um programa de acolhimento de todos os parceiros incidindo sobre o tema “Aconselhamento escolar para o bem-estar”. Assim, durante os workshops realizados sobre a “Resiliência mental”, os “Benefícios do Mindfulness” e a “Importância das caminhadas”, que incluiu uma caminhada na montanha, durante a qual foi “trabalhada a consciência e a conexão com a natureza através de práticas formais e informais”.

O grupo também assistiu a uma hora do conto, “Magic Shoes”, proporcionada por alunos de 2.º ciclo com a técnica japonesa Kamishibai, participou em danças tradicionais e, ainda, num workshop de expressão plástica com recurso a materiais fornecidos pela Natureza. Os tempos livres foram “aproveitados para convívio e troca de experiências entre os parceiros e para conhecer um pouco da história e cultura da cidade de Varazdin”, concluiu o AEJSC.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...