Ele há coisas…!

0
18

Quem se tenha dado ao trabalho de ir lendo as historietas que por aqui se escrevem, lembrar-se-á, porventura, da Geraldina, a moça roliça que morreu de amores pelo Isabelino.
Pouco tempo depois da sua morte, a mãe apareceu no café, o mesmo café da loura descaída dos anos e do corpo, o café em que a vida do Isabelino se fez tragédia, como foi relatado, chorando amargamente a perda da filha. Mas depois levou sumiço e nunca mais apareceu.

 

 

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 14 de março ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Loading Facebook Comments ...