O capital arreganha o dente com fominha!

0
41

Meu senhor, que aflição! É com preocupação e cheios de cuidados que verificamos que o nosso pequenote, o grande capital da meritocracia hereditária, nos últimos tempos arreganha o dente com fominha, coitado. Alguém lhe chegue o biberão! Já em 1977 o filósofo e músico José Barata Moura nos avisava cantando para esta injustiça social, que urge combater com uma esmolinha: talvez um justo subsídio ou uma bela isenção fiscal.

 

 

 

 

 

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 28 de março ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Loading Facebook Comments ...