AD Sanjoanense, 5 – Candelária SC, 1

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitros: Joaquim Pinto e Sofia Coelho.

AD Sanjoanense: Guilherme Pedruco, Alex Mount, Nuno Araújo, João Ramalho, Hugo Santos.

Suplentes: André Couto, David Castaño, Andrés Castaño, Rúben Pereira, Zé Almeida.

Treinador: Reinaldo Ventura.

Candelária SC: Miguel Rocha, Joel Martin, Rui Ramos, Manuel Correia, Vasco Soares.

Suplentes: Milton Jorge, Damián Paez, Lucas Vicente, Pedro Rocha.

Treinador: Pedro Afonso.

Ao intervalo: 3-1.

Cartão azul: Joel Martin (23’), Damián Paez (37’), João Ramalho (37’).

Marcadores: João Ramalho (5’), Pedro Rocha (14’), Andrés Castaño (20’), Hugo Santos (23’, 37’), Rúben Pereira (29’).

Faltas: AD Sanjoanense, 9 | Candelária SC, 12.

A festa do título fez-se em S. João da Madeira e foi a Sanjoanense que ergueu o troféu. Foi perante um pavilhão completamente cheio que a equipa alvinegra sagrou-se campeã nacional da 2ª Divisão, feito alcançado pela última vez em 2019. Num jogo de decisões, a Sanjoanense estava obrigada a vencer por dois golos de diferença para anular a desvantagem (4-2) trazida dos Açores, no fim de semana anterior. Mas o Candelária não chegou a S. João da Madeira apenas para defender o resultado da primeira mão e foram duas equipas que entraram ao ataque.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 13 de junho ou no formato digital. Assine o labor aqui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...