O que resta…

0
8

Quanto mais a gente pensa, na chegada ao m da estrada, Mais a mente se debruça sobre o balcão da evidência, Vendo o m de uma corrida, onde tudo não foi nada, De um mundo oposto ao ser, da nossa curta existência…

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 4 de julho ou no formato digital. Assine o labor aqui.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...