A sanjoanense Susana Lamas indicou “as dificuldades” que a comunicação social regional “atravessa” durante a sua intervenção, terça-feira passada, na Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.
“Se queremos um desenvolvimento harmonioso e sustentado do país, é fundamental termos uma comunicação social forte, com capacidade de envolvimento em todo o processo económico e social. A rádio é um meio essencial para cumprir esse objetivo, sublinhando-se, também, a importância da restante comunicação social na sua componente de proximidade”, defendeu Susana Lamas, deputada do PSD, segundo comunicado enviado pela distrital de Aveiro do partido.
Para Susana Lamas “só teremos uma comunicação social forte se o Governo reconhecer a importância da comunicação social e se interessar por ela”, questionando o ministro sobre se tem mantido diálogo com as associações representativas do setor e se “tem ou não consciência das dificuldades da comunicação social regional”.
A deputada sanjoanense relembrou, durante a sua intervenção, que “em março entrou em vigor a lei de alteração ao Código Penal que reforça as penalizações dos crimes cometidos contra jornalistas, no exercício das funções ou por causa delas”, mencionando um caso, “em maio”, em que “mais um jornalista da RTP foi agredido quando desempenhava as suas funções. De nada servem estas alterações à lei se ninguém atuar para a fazer cumprir. O que é que está a falhar?”, lê-se no comunicado.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here