Créditos: SL Benfica

Seis épocas depois de ter chegado ao Valongo, após quatro temporadas no FC Porto, o hoquista sanjoanense Xavier Cardoso está de malas aviadas para Lisboa onde vai representar o Benfica. O acordo tem mais de um ano, mas só agora foi oficializado.

Com 23 anos de idade, o jovem, formado na Associação Desportiva Sanjoanense, cumpre “um sonho” e vai vestir a camisola do “clube do coração”. “É um projeto que gosto muito e com o qual me identifico”, sublinha Xavi, como é conhecido na modalidade, que, agora, de águia ao peito, define objetivos em todas as direções. “Sou um jogador de equipa, penso muito no grupo, e o nosso foco principal é a conquista do Campeonato Nacional. Mas queremos somar a isso a Liga dos Campeões e a Taça de Portugal, e eu quero ganhar”, afirma o jovem, que garante estar preparado para esta nova etapa na sua carreira desportiva. “Estou pronto e ansioso para que comece”, assegura Xavier Cardoso, que admite que o último ano no Valongo “foi muito bom”. “Não é fácil jogar num clube com uma dimensão mais pequena e batermo-nos com os grandes do campeonato português e, acima de tudo, como jogador, ter a capacidade de assumir o jogo, mas acho que consegui estar ao nível dos melhores”, explica o jovem sanjoanense. “A pressão é boa e estou completamente preparado”, sublinha o atleta, que admite que foram os anos na equipa que agora deixa que lhe deram a “experiência que precisava para dar este salto”. “Esse foi um dos motivos que me levou a sair do FC Porto para o Valongo. Sabia que ia treinar com jogadores mais velhos e experientes, com mais qualidade e que poderia aprender bastante com eles. E o resultado é este. Estou num dos melhores clubes do mundo”, conta Xavier Cardoso, que acredita que esta mudança surge “na altura certa”. “Com 23 anos, o clube que é e com quem vou trabalhar, acho que este era o passo certo”, confessa o atleta, que apesar de vestir a camisola do “clube do coração”, não esconde a ambição. “Queria muito jogar aqui, mas gostaria de um dia chegar ao Barcelona”, admite.

Dotado de uma enorme qualidade, que foi evidente ao longo da última época ao serviço do Valongo, onde apontou oito golos, Xavi terá agora de lutar por um lugar na equipa encarnada, mas garante não estar preocupado. “Estou preparado. Sei que a qualidade é muita e ainda se fala de mais um ou outro reforço, mas eu vou para o Benfica para jogar e para mostrar que tenho qualidade”, assegura o jovem, que se mostra entusiasmado com a mudança para Lisboa. “Não vai ser fácil, mas estou confiante e acredito que daqui a alguns meses vai valer a pena”, refere Xavier Cardoso. “Os meus pais é que devem estar a sofrer”, conta Xavi, que garante, contudo, que apesar da distância “o apoio tem sido incondicional”. “Sei que estão felizes por mim e que mesmo em Lisboa vou poder contar sempre com eles”, concluiu.

Um percurso de sucessos

Foi na Associação Desportiva Sanjoanense que Xavier Cardoso se iniciou no hóquei em patins, clube onde realizou grande parte da sua formação. A qualidade do jovem não passou despercebida e aos 13 anos Xavi transferia-se para o FC Porto, onde se manteve durante quatro épocas e onde foi campeão nacional em iniciados. Em 2012 Xavier Cardoso abraçava num novo projeto na Associação Desportiva de Valongo, aposta que considera ter sido acertada. “Confirmou-se quando fomos campeões nacionais de seniores quando já fazia parte do plantel enquanto júnior de segundo ano”, explica o hoquista. “Em Valongo ganhei tudo, à exceção de uma Taça de Portugal, que falhamos este ano na final”, acrescenta Xavier Cardoso, que aos vários títulos nacionais que fazem parte do seu currículo, soma ainda diversas conquistas ao serviço da Seleção Nacional. Xavier Cardoso é, precisamente, um dos pré-convocados para o Europeu de Hóquei em Patins que deverá arrancar a 15 ou 16 de julho na Corunha.

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui