Créditos: DR

Concerto na Casa da Criatividade, em que as cadeiras deram lugar a plateia em pé, deixou-os “de coração cheio”

“Este foi o primeiro concerto desta tour que estamos a preparar e não podia ter sido melhor”, disseram, referindo-se ao espetáculo que deram, na passada sexta-feira, na Casa da Criatividade e que os deixou “de coração cheio e cheios de vontade de voltar a esta cidade e a esta casa”.

Em declarações exclusivas ao labor, os Brass Wires Orchestra falaram do “início de uma nova fase para a banda”, em que retomaram “o trabalho de promover o álbum Icarus, desta vez, com uma nova parceria com a WAM, a agência com que estamos a trabalhar agora”.

“Foi maravilhoso voltar à estrada – prosseguiu a banda – com energias renovadas e com novos arranjos de músicas antigas para mostrar a quem teve a feliz ideia de se deslocar à Casa da Criatividade no passado dia 6”. “Tudo correu bem, desde a receção de toda a equipa, as condições técnicas, o espaço em si e, finalmente, o público que estava lá à nossa espera. Pacientes, interessados e bem-dispostos, ajudaram a energia a fluir entre o palco e todo o resto da sala. Foi um prazer partilhar esta energia com todos e voltámos para casa cansados mas de sorriso no rosto”, concluiu.

Próximos espetáculos

Questionado sobre os próximos concertos, o grupo adiantou que, não obstante estar “ ainda a fechar algumas datas para o futuro próximo”, vai estar em Mondim de Basto no dia 11 de agosto e em Faro, no festival F, no dia 30 de agosto. “Se andarem por lá apareçam”, convidou.

Os Brass Wires Orchestra juntaram-se com o intuito de fazer música através de um projeto paralelo que rapidamente se tornou único. Quando deram por si tinham passado do primeiro prémio no Hard Rock Rising à gravação do primeiro álbum nos míticos Abbey Road Studios de Londres.

Têm dois álbuns editados de sonoridade muito própria e inspiração folk e rock que conjugam de forma melódica instrumentos tão díspares e atuaram em palcos como o NOS Alive, Indie Music Fest ou o aclamado Paredes de Coura.

Acrescente-se, a título de curiosidade, que abriram o último concerto dos Bon Jovi em Portugal e que foram destaque na famosa publicação inglesa publicação NME (New Musical Express).

 

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui