CS Marítimo B, 0 – AD Sanjoanense, 2

Jogo no Campo Imaculada Conceição, no Funchal.

Árbitro: Humberto Teixeira (AF Porto).

CS Marítimo B: Pedro Mateus, Nanú, Francisco Simbine, Nando (André Mesquita, 68’), Mamadou Traoré, Josip Vukovic, André Teles, Aloísi, Michael Morais (Tiago Nunes (58’), Nixon Guylherme, Johnson Owusu (Rudy Monteiro, 58’).

Suplentes: Edgar Mendonça, Miguel Rosário, Diogo Firmino, Rudy Monteiro, Tiago Nunes, José Macedo, André Mesquita.

Treinador: Ludgero Castro.

AD Sanjoanense: Cristiano, Telmo Oliveira, Diogo Castro (Augustin, 81’), Vítor Bastos, Ken, Leo, Syzyi, Coulibaly, Martin (Ricardo Almeida, 87’), Ká Semedo, Ivandro (Cauê, 72’).

Suplentes: Ivo, Ricardo Almeida, Rúben, Pereira, Cauê, Augustin, Rafa, Gazela.

Treinador: Filipe Moreira.

Marcha do marcador: 0-1 por Ká Semedo (15’), 0-2 por Martin (25’).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leo (5’), Michael Morais (16’), André Teles (33’), Johnson Owusu (54’), Francisco Simbine (62’).

Foi uma Sanjoanense lutadora e aguerrida que se apresentou na Madeira e de onde regressou com mais uma vitória na bagagem, após vencer o Marítimo B com dois golos (0-2) apontados durante a primeira parte.

Ao longo da partida os alvinegros foram os melhores em campo, nomeadamente na primeira metade, com Martin a demonstrar as intenções dos visitantes logo aos quatro minutos, com um remate rasteiro à entrada da área, mas sem grandes dificuldades para o guardião local.

A Sanjoanense manteve o domínio do jogo e à passagem do primeiro quarto de hora confirmava a superioridade com Ká Semedo a inaugurar o marcador, respondendo da melhor forma a um cruzamento de Diogo Castro. Cerca de 10 minutos depois o lateral direito voltava a contribuir para o segundo golo dos alvinegros. Com um ataque pela direita e junto à linha de fundo, Diogo Castro entra na área e com um passe curto encontra Martin junto ao poste esquerdo, que só teve de empurrar a bola para o fundo das redes.

Na segunda parte o Marítimo entrou mais forte e aos 54 minutos poderia ter reduzido a desvantagem, mas Owusu não chegou a tempo para o desvio de um cruzamento de Simbine.

Aos 75 minutos Leo derruba, dentro da área, Nixon e vê assinalada grande penalidade. Teles assumiu a responsabilidade para marcar o castigo máximo, mas Cristiano levou e melhor no frente-a-frente e segurou a vantagem de dois golos.

Com este triunfo a Sanjoanense somou a terceira vitória em quatro jornadas e lidera a classificação, juntamente com o Gondomar.

Já no próximo domingo, dia 9, os alvinegros recebem, pelas 17h00, a AD Nogueirense, jogo a contar para a primeira eliminatória da Taça de Portugal.

Créditos: AD Sanjoanense
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui