AD Sanjoanense, 1 – CD Cinfães, 0

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia.

Árbitro: Pedro Campos, auxiliado por Ricardo Pinto e Hugo dos Santos (AF Porto).

AD Sanjoanense: Cristiano, Castro, Ken, Vítor Bastos, Leo, Syzyi, Cauê, Coulibaly (Daniel, 64’), Kodisang, Terrence (Rafa, 55’), Martin (Rúben, 86’).

Suplentes: Ivo, Almeida, Rúben, Evandro, Rafa, Gazela, Daniel.

Treinador: Filipe Moreira.

CD Cinfães: Rui Sacramento, Simão, Laercio, Hugo Costa (Erik, 78’), Rui Cardoso, Bruno Costa (César, 47’), Freed, Okoli, Miguel Baptista, Jonathan (Peterson, 70’), Sampaio.

Suplentes: Andrey, Fraga, Pedro Rodrigues, Erik, Carlitos, César, Peterson.

Treinador: Flávio das Neves.

Ao intervalo: 0-0.

Marcha do marcador: 1-0 por Daniel (71’).

Com uma vitória pela margem mínima e com um golo que surgiu só nos últimos 20 minutos da partida, a Sanjoanense somou o quarto triunfo consecutivo e mantém-se na liderança da Série B, a par do Gondomar, que conta com o mesmo número de pontos (13).

À procura da primeira vitória no campeonato, o Cinfães entrou rápido na partida e nos primeiros cinco minutos obrigou, por duas vezes, a defensiva alvinegra a atenções redobradas, no entanto, foram os locais que mais pressionaram, mas depararam-se com grandes dificuldades para ultrapassar o bloco defensivo dos homens de Flávio das Neves. Ainda assim, o maior perigo veio do lado da Sanjoanense e aos nove minutos Martin consegue a demarcação, mas o remate sai ao lado. Pouco depois foi Kodisang que beneficia de um atraso para o Rui Sacramento que, na tentativa de evitar pontapé de canto, entrega a bola ao sul africano que também atirou ao lado.

Ainda antes do intervalo foi Coulibaly que, a passe de Martin, atirou por cima da trave.

Na segunda parte não se registaram grandes mudanças no jogo. Se aos 66 minutos Martin, no interior da área, teve uma boa ocasião para inaugurar o marcador, foi Kodisang, logo depois, que teve uma excelente oportunidade para desbloquear o marcador quando num desvio do guardião do Cinfães fica na posse de bola e tenta o chapéu, mas vê Miguel Baptista desviar de cabeça em cima da linha de golo.

A insistência dos locais acabaria recompensada cinco minutos depois, e a solução veio do banco. Num lance rápido de contra-ataque e servido por um passe longo de um colega de equipa, Daniel deixa para trás dois adversários e isolado frente a Rui Sacramento inaugura o marcador.

O golo trouxe mais fluidez ao jogo e a Sanjoanense ainda criou uma ou outra situação de perigo, mas foi o Cinfães que nos últimos minutos deixou os alvinegros em sobressalto.

Já no próximo domingo a Sanjoanense desloca-se a Paredes, formação que perdeu (1-0) nesta jornada frente ao União da Madeira.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui