A S. João da Madeira nos dias 6 e 7 de outubro

Por entre as novidades do Veggie Fest, há dicas de preparação das lancheiras para a escola e também receitas caseiras para fazer detergentes ecológicos, adianta comunicado enviado ao labor, acrescentando que “o conceito do vegetarianismo se alarga à sustentabilidade do planeta, num programa versátil e cheio de palestras e apresentações gastronómicas”.

Falta menos de um mês para o regresso do festival vegetariano que nasceu em S. João da Madeira (SJM), com um conceito descomplicado e com a finalidade de chegar ao maior número de pessoas. Esta é a terceira edição do evento que, entretanto, também já se estreou na cidade do Porto.

Em SJM, o palco é a Oliva Creative Factory (OCF), onde vão ser expostos 28 projetos, em âmbitos tão distintos como a solidariedade, o ativismo ou a cosmética natural. No campo da alimentação, a oferta vai desde os pratos de comida tradicional à fast-food, da pastelaria aos salgados, da sopa às alheiras, do pão aos superalimentos. Tudo adequado a um estilo de vida saudável e sustentável e a uma dieta vegetariana.

DR

Chakall e Gabriela Oliveira, entre outros, participam no festival

As apresentações animam o evento de manhã até à noite, proporcionando experiências diferentes a todas as horas. Do cartaz, conforme adianta a nota de imprensa recebida pelo jornal, fazem parte alguns nomes fortes do vegetarianismo em Portugal, como Gabriela Oliveira e Sandra Gomes Silva e nomes mais sonantes da gastronomia como Chakall e Lígia Santos, vencedora do primeiro Masterchef Portugal.

Há ainda atividades desportivas a decorrer, desde o Tai Chi ao CrossFit, e ainda uma zona de lazer para os mais pequenos.

“Queremos que as famílias nos possam visitar e criamos, por isso, um cartaz diversificado. É possível vir e fazer uma breve visita, mas também há condições para passar o dia inteiro connosco, mantendo todos os elementos da família entretidos”, esclarece Pedro Andrade, da organização do Veggie Fest. “O nosso propósito mantém-se o mesmo desde que idealizamos este festival, quebrar mitos, descomplicar a alimentação vegetariana e provar que é possível comer de forma deliciosa e saudável, melhorando a nossa saúde e a do nosso planeta”, reforça.

A entrada no festival custa quatro euros para um dia ou sete euros para os dois dias. As portas da OCF estão abertas das 10h00 às 22h00.

Para consultar o programa e escolher o que ver e onde participar, basta visitar o site do festival em http://veggiefest.pt/.

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui