AD Sanjoanense/Clínicas CMP, 43 – SIR 1.º Maio, 23

Jogo no Pavilhão Municipal das Travessas.

Árbitros: Carlos Marinho e César Carvalho.

ADS/Clinicas CMP: Diogo Ribeiro, João Freitas, Francisco Silva, Luís Martins, Francisco Prijs, Xavier Costa, Gonçalo Fernandes, Guilherme Novo, Carlos Madureira, Ricardo Pinho, Tiago Antunes, Rui Rodrigues, Alexandre Relvas, Bruno Pinho, Daan Garcia, Miguel Coutinho.

Treinador: Rui Costa.

SIR 1.º Maio: João Franco, Diogo pereira, Hugo Sousa, André Martins, Henrique Bilraste, Bruno Nunes, Tiago Almeida, João Sousa, Gonçalo Sousa, João Fernandes, André Campos, Francisco Grosso, Filipe João, João Nunes.

Ao intervalo: 20-09.

Foi com uma postura bastante focada no resultado que a Sanjoanense recebeu e venceu, de forma incontestável, na jornada inaugural do campeonato, o SIR 1.º de Maio. Num jogo de sentido único, foi clara a discrepância na qualidade das duas equipas, situação que permitiu que os alvinegros alcançassem uma vitória moralizadora, ao mesmo tempo que permitiu ao técnico gerir o rodar o plantel, que ainda é muito jovem. Destaque para a equipa de Rui Bandeira, que apresentou-se em campo com nove atletas de idade de júnior, mais de metade do plantel.

A partida começou com algum equilíbrio, que se prolongou ao longo dos primeiros 10 minutos, em que o marcador registava 8-5. A partir dessa altura os locais começaram a impor o seu jogo e a construir um resultado que se foi dilatando e que fez com que as duas formações saíssem para o intervalo separadas por 11 golos (20-9).

A segunda parte foi mais do mesmo, embora tenha sido evidente um maior desgaste físico por parte da formação da Marinha Grande, o que permitiu que a Sanjoanense marcasse por diversas vezes em contra-ataque.

Houve também algum abrandamento da intensidade defensiva da equipa da casa, poupando alguns jogadores chave no setor mais recuado.

Rui Bandeira geriu e utilizou todo o plantel, permitindo que esta partida fosse o jogo de estreia na equipa sénior para vários atletas.

Em destaque esteve o pivot Rui Rodrigues, que foi o melhor marcador da partida com 10 golos, alguns deles de execução brilhante. Na marcação de livres de 7 metros Ricardo Pinho teve 100% de concretização, enquanto na organização do jogo ofensivo Dan Garcia e o jovem Francisco Silva estiveram também em grande nível.

Face às grandes mudanças no plantel em relação à época anterior a apreensão para este jogo era muita, mas a equipa alvinegra esteve à altura numa partida que marcou também o regresso ao andebol da claque Força Negra.

No próximo sábado a Sanjoanense volta a jogar em casa com a receção ao CD Mafra.

Agenda

Seniores masculinos

ADS/Clínicas CMP-Mafra

Dia 29, às 19h00, Pavilhão Travessas

Seniores femininos

Salreu-ADS/Rokfil

Dia 29, às 11h00, Salreu

Juvenis masculinos

SIR 1.º Maio-ADS

Dia 29, às 16h00, Esc. Nery Capucho

Juvenis femininos

Val. Vouga-ADS

Dia 29, às 15h00, Casa Povo V. Vouga

Iniciados masculinos

ADS B-Feirense B

Dia 30, às 15h00, Pavilhão Travessas

Minis masculinos

ADS B-Monte

Dia 30, às 11h00, Pavilhão Travessas

Minis masculinos

Espinho A-ADS A

Dia 30, às 11h15, Nave Espinho

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui