A Sanjotec – Parque de Ciência e Tecnologia completou 10 anos no dia 11 de outubro, Feriado Municipal, e esteve de “portas abertas” à comunidade.

O programa incluiu atividades tecnológicas, visitas às empresas e a inauguração da casa protótipo “Home Zero”, desenvolvida pela Dreamdomus, uma das empresas sediadas nesta incubadora, em colaboração com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, juntamente com a empresa MagnumCAP e o arquiteto Alberto Montoya.

A Sanjotec tem como grande impulsionador a câmara municipal e faz parte da Rede de Parques de Ciência e Tecnologia do Porto (PortusPark), numa parceria que envolve também a Universidade de Aveiro, o Centro Tecnológico do Calçado, o Clube de Empresários de S. João da Madeira, o Centro para o Desenvolvimento e Inovação Tecnológicos (CEDINTEC) e a Faurécia – Assentos para Automóveis, S.A.

A Sanjotec “não só cresceu”, mas também “se expandiu” de um para dois edifícios e “em território português e internacional” ao longo de uma década, afirmou o presidente Jorge Sequeira, ladeado por Ricardo Figueiredo, seu antecessor nos destinos da autarquia, Alexandre Rios Paulo, ex-diretor da Sanjotec, e por Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil, que esteve na inauguração do primeiro edifício Sanjotec na altura como presidente da câmara de Arouca.

A Sanjotec acolhe “90 empresas com base tecnológica e criativa”, tem “cerca de 400 trabalhadores” e representa “cerca de 30 milhões de volume de negócios”, dos quais 60% para exportação”, deu a conhecer Jorge Sequeira, concluindo que “aqui faz-se mundo” depois de apresentar os dados da Sanjotec que representa “uma marca de desenvolvimento da cidade”.

Naqueles dois edifícios existe “um ecossistema que faz outra coisa importante que é pôr os empreendedores em contacto entre si”, destacou o autarca.

O “trabalho daqueles que foram responsáveis” pelo desenvolvimento da Sanjotec não foi esquecido por Jorge Sequeira que explicaria assim a presença de Ricardo Figueiredo, Alexandre Rios Paulo, a ausência de Manuel Castro Almeida, que por razões de última hora não pôde estar presente, e fez menção a todos os outros parceiros.

O autarca deixou ainda uma palavra aos empreendedores por terem “confiado neste projeto e por terem escolhido a Sanjotec”, assegurando que “queremos sempre proporcionar-vos as melhores condições e ambicionamos sempre mais e melhor”.

A Sanjotec representa “10 anos de grande realização” em que está “criada a plataforma para começarmos a pensar o futuro e a romper horizontes e a sermos ousados e inovadores”, concluiu Jorge Sequeira. A Artur Neves coube destacar a “aposta” da autarquia sanjoanense no “conhecimento, desenvolvimento e inovação” através da Sanjotec em nome do Governo.

“Mais Tec” é investimento de mais de 700 mil euros com financiamento comunitário

Entre as novidades está o programa “Mais Tec” que tem um orçamento de 757.329,94 euros financiados a 85% por fundos comunitários. O programa começou em janeiro deste ano e termina em dezembro de 2019. O objetivo é aumentar a competitividade da região Norte e a criação de valor através da transferência de conhecimento científico e tecnológico entre instituições de ensino superior (Universidade de Aveiro, TecMinho e ISQ) e os empreendedores da Sanjotec.

As outras novidades são a criação de uma nova sala para as empresas, investir em mais equipamentos, a colocação de uma caixa multibanco num dos edifícios e continuar a melhorar os serviços, anunciou o presidente da câmara.

Sanjotec

90 projetos instalados

Cerca de 400 trabalhadores

Volume global de faturação anual na ordem dos 30 milhões de euros, grande parte proveniente da exportação

Sanjotec distinguida pela promoção empresarial

A Sanjotec foi distinguida na sessão de entrega de Prémios Europeus de Promoção Empresarial, uma iniciativa da Comissão Europeia coordenada pelo IAPMEI, realizada a 26 de setembro em Vila Nova de Gaia.

O presidente da câmara, Jorge Sequeira, recebeu a menção honrosa das mãos de Manuel Caldeira Cabral, o então ministro da Economia substituído por Pedro Siza Vieira, ministro Adjunto e da Economia, no fim da semana passada, de Ana Lehmann, secretária de Estado da Indústria, e Nuno Mangas, presidente do IAPMEI.

Entre os mais de 80 projetos candidatos à edição deste ano, a Sanjotec recebeu uma menção honrosa pela atividade desenvolvida na promoção do espírito empresarial.

DR

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui