Créditos: Direitos Reservados

O último fim de semana foi irregular para a Associação de Promoção da Juventude (APROJ). Com uma jornada dupla, a equipa de juniores recebeu no Pavilhão das Travessas o Clube Desportivo das Aves, no sábado, e o Castêlo da Maia Ginásio Clube, no domingo. No primeiro encontro, frente a uma equipa com experiência e com algumas jogadoras a integrar o escalão sénior, a APROJ entrou bem obrigando o técnico do emblema visitante a pedir dois tempos técnicos aos 8-3 e aos 16-9.

Com uma boa organização, a equipa comandada por Cláudio Laranjeira acabou por sucumbir perante o serviço agressivo do CD Aves, que causou danos na receção da APROJ, encostando o marcador aos 20-20. Com a sua experiência as visitantes conseguiram vencer o primeiro set. No restante encontro o Aves esteve sempre na liderança, impondo um nível de jogo mais coeso e assertivo, vencendo estes dois últimos sets de forma mais tranquila.

Já no domingo a APROJ teve poucos argumentos frente a um dos candidatos ao título. Com uma equipa muito experiente e com bons valores individuais, o Castêlo da Maia fez valer, praticamente durante todo o jogo, a sua supremacia ao nível técnico e organizacional coletivo. Só no segundo e terceiro sets a APROJ conseguiu colocar o seu jogo e sua estratégia em prática, melhorando a sua organização ofensiva e obrigando os visitantes a errar mais. Contudo, não foi o suficiente para vencer o adversário que, dotado de mais recursos ao nível técnico, fechou ambos os sets com alguma segurança.

No mesmo dia a equipa de cadetes deslocou-se ao reduto do Centro Juvenil Salesiano de Arouca e arrebatou um incontestável triunfo por 0-3. Num jogo de sentido único, a APROJ esteve particularmente bem no serviço e na sua organização coletiva.

Já a equipa de iniciadas não conseguiu o mesmo desfecho, cedendo, por 3-0, frente ao Clube de Voleibol de Aveiro.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui