Em semana de tripla jornada, as cadetes da APROJ averbaram três derrotas. Frente ao Espinho, um emblema com muitos anos de voleibol, o conjunto de S. João da Madeira deparou-se com muitas dificuldades na receção e consecução organizativa ofensiva. Foi uma partida praticamente de sentido único e onde a APROJ apenas impôs o seu jogo no terceiro set.

Já com o Fiães as atletas sanjoanenses entraram muito receosas no primeiro set, falhando na receção e no ataque para a equipa adversária. No segundo set a APROJ entrou muito forte e esteve a vencer por 14-5, mas erros sucessivos de receção e individuais permitiram que a equipa da casa passasse para a frente do marcador, acabando por vencer por 25-23. No último set mantiveram-se alguns erros individuais de receção que não ajudaram a equipa a equilibrar-se e a impor o seu jogo ofensivo. O Fiães aproveitou bem essas falhas e levou de vantagem o terceiro set.

No domingo foi tempo de defrontar a equipa que segue em primeiro lugar do grupo. A Juventude Pacense, com uma equipa muito coesa nos seus processos ofensivos e defensivos, levou de vencida de forma categórica a APROJ.

Já o escalão de iniciados alcançou resultados distintos numa jornada dupla. O jogo com o Espinho, que ocupa o primeiro lugar do grupo, adivinhava-se difícil, mas o emblema sanjoanense não se deixou intimidar e frente a uma equipa organizada e com jogadoras experientes, entrou bem e no primeiro set esteve a vencer por 10-8. Contudo, a experiência das atletas da casa fez com que, em momentos chave, mantivessem a calma acabando por ganhar o set por 25-18. No segundo e terceiro sets, as jogadoras do Espinho começaram a ganhar mais confiança e acabaram mesmo por ganhar por 25-13 e 25-10, respetivamente.

Frente ao Fiães esperava-se um jogo mais renhido, mas a APROJ entrou confiante conseguindo uma boa vantagem desde início vencendo o primeiro set por 25-5. No segundo set o emblema sanjoanense ganhou alguma distância, mas as adversárias deram boa réplica e chegaram e estar na frente, mas a APROJ voltou a exercer pressão, recuperou a vantagem no marcador e graças ao serviço de uma das atletas venceu com cinco pontos de vantagem (25-15). No terceiro set a equipa relaxou, tornando jogo mais renhido, mas a cabeça fria e a calma das iniciadas fizeram com que fechassem o set por 25-23, arrecadando assim a primeira vitória da época num jogo oficial.

Destaque ainda para as minis B femininas que se estrearam em grande nesta temporada com o quarto lugar no Torneio de Natal da Associação de Voleibol do Porto, onde defrontou equipas como o Sporting Clube de Espinho e o Esmoriz Ginásio Clube.

“Conseguimos um quarto lugar no meio de 10 equipas, o que nos faz acreditar que os frutos semeados serão colhidos brevemente. Mais importante do que um lugar é o facto de termos jogado com nove elementos, dos quais dois têm três meses de treinos e outros dois subiram dos Minis A para os Minis B. Estamos ainda a trabalhar mais três elementos que começaram este ano, para ver se os integramos já no próximo torneio de janeiro”, referiu o técnico da equipa, Miguel Veloso.

O escalão regressa às quatro linhas a 18 de novembro para disputar a segunda volta do Torneio de Natal da AVP.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui