Leça FC, 1 – AD Sanjoanense, 2

Jogo no Estádio do Leça Futebol Clube, em Leça da Palmeira.

Árbitro: Bruno Costa (AF Braga).

Leça FC: Bruno Monteiro, Joel Mateus, Alexandre Sá, Paulo Lopes, Max Lapushenko, Samuel Teles, Jair (Pedro Prazeres, 87’), Pedro Pinto (Bruno Simões, 57’), Miguel Ângelo (Pedro Prazeres, 84’), Zé Carlos, Isaac Cissé.

Suplentes: Gabi Sousa, Vítor Fonseca, João Pedro, André Sousa, Bruno Simões, Pedro Areias, Pedro Prazeres.

Treinador: Domingos Barros.

AD Sanjoanense: Nuno Dias, Castro, Almeida, Ken, Cauê, João António (Roldan, 59’), Syzsi, Kay Kay, Gazela (Daniel, 83’), Caleb, Terrence (Coulibaly, 50’).

Suplentes: Fábio, Vítor Bastos, Coulibaly, Roldan, Daniel, Rafa, Florentino.

Treinador: Nuno Costa.

Ao intervalo: 0-0.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João António (17’), Syzsi (23’), Alex Sá (66’), Coulibaly (71’), Caleb (73’), Max Lapushenko (87’).

Marcha do marcador: 0-1 por Caleb (65’), 1-1 por Max Lapushenko (68’), 1-2 por Kay Kay (86’).

A Sanjoanense regressou às vitórias na deslocação a Leça da Palmeira, mas a equipa alvinegra ainda teve de sofrer praticamente até ao final da partida já que o golo do triunfo só surgiu nos últimos minutos do encontro.

Frente a um adversário a necessitar de pontuar e normalizado pelas vitórias nas duas jornadas anteriores, não se esperavam facilidades para os homens de Nuno Costa e a primeira parte demonstrou isso mesmo.

Apesar do nulo no marcador ao intervalo, as melhores oportunidades na primeira parte pertenceram aos locais e foi Isaac Cissé que esteve mais perto do golo quando aos 19 minutos atirou ao poste da baliza à guarda de Nuno Dias.

Sem conseguir impor o seu futebol e sem grandes situações de perigo, já depois do Leça ter ameaçado por algumas vezes as redes alvinegras, Caleb deixava o aviso, já perto do intervalo, para o espetáculo que iria dar na segunda parte, com um forte remate que testou a atenção de Bruno Monteiro.

Na etapa complementar a Sanjoanense entrou com outra atitude e decidida e garantir os três pontos e aos 65 minutos Caleb indicou o caminho com um golaço que deixou quem assistia de “olhos em bico” com um pontapé de bicicleta de fora da área e de costas para a baliza e sem qualquer hipótese de defesa para o guardião local.

Contudo, a vantagem e os festejos foram de pouca dura. O Leça não baixou os braços e a resposta não demorou e três minutos volvidos Max Lapushenko restabelecia a igualdade na sequência de um pontapé de canto em que a defensiva alvinegra não está isenta de culpas.

Com o jogo em aberto e a aproximar-se do fim, a Sanjoanense procurou assumir o comando da partida e aos 86 minutos Kay Kay não quis ficar atrás do colega de equipa e também contribuiu para o espetáculo com mais um grande golo dos visitantes. Num forte remate de longa distância o sul africano ainda viu a bola embater num homem da casa e no poste da baliza antes de parar no fundo das redes.

No próximo fim de semana cumpre-se a quarta eliminatória da Taça de Portugal, pelo que o regresso do campeonato realiza-se a 2 de dezembro com a Sanjoanense a receber o Pedras Rubras.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui