“Ele terá sempre futuro”, respondeu Tiago Moita a esta questão colocada por mais do que um dos presentes durante a apresentação do livro

“Fórmula do Peregrino”, publicado pela Chiado Publishers, é o novo romance do escritor sanjoanense Tiago Moita.

A sua apresentação realizou-se no dia 22 de novembro, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.

Um acidente de automóvel ditou o encontro entre uma jornalista e um professor de Física Quântica e desencadeou “uma série de interrogações” em torno do eterno debate entre a religião e a ciência, começou por dizer Luís Quintino, convidado por Tiago Moita, para apresentar o seu novo livro.

O escritor sanjoanense decidiu escrever sobre um tema “polémico” e acredita que conseguiu construir “um livro diferente” dos demais em que junta uma jornalista que é uma espécie de “advogada do diabo” e um professor de Física Quântica que tem “uma sabedoria espiritual fora do comum, em busca de uma mensagem de esperança para um mundo dividido pelo medo, pelo ódio, pelo fanatismo e pelo preconceito de dois perigosos demagogos, e de uma equação matemática capaz de solucionar um dos maiores enigmas da história da humanidade”.

Nestas apresentações quase sempre mais direcionadas para os livros e não tanto para os escritores, Irene Guimarães, vereadora da Educação em representação do Município, decidiu dirigir as suas palavras para Tiago Moita. “Ser escritor deve dar muito trabalho, deve ser um trabalho rigoroso e exige muita disponibilidade e muita dedicação”, afirmou Irene Guimarães sobre esta profissão que considera ser responsável por “um trabalho fantástico” e que está constantemente entre o reino da realidade e da fantasia.

A intervenção de Irene Guimarães terminou com um agradecimento em nome de S. João da Madeira a este “escritor da terra”.

Uma das questões colocadas pelo livro “A Fórmula do Peregrino” é “Deus tem futuro?”. “Ele terá sempre futuro”, respondeu Tiago Moita a esta questão colocada por mais do que um dos presentes.

A apresentação do livro terminou com alguns dos intervenientes a sugerirem a realização de uma tertúlia para debater apenas a temática religião versus ciência. Além disso, Tiago Moita foi desafiado a apresentar a segunda edição de “A Fórmula do Peregrino” acompanhado de um padre e de um cientista.

O escritor sanjoanense é ainda autor de três livros de poesia Ecos Mudos (2006), Post Mortem e Outros Uivos (2012) e Metanoia (2017) e dois romances O Último Império (2012) e O Evangelho do Alquimista (2016).

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui