Em comunicado remetido ao labor, a Juventude Socialista (JS) informa que o Conselho Municipal da Juventude de S. João da Madeira deu parecer favorável ao Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2019, numa reunião que decorreu no passado dia 29 de novembro e que foi dirigida pelo presidente da câmara, Jorge Sequeira.

Através da nota de imprensa recebida pelo nosso jornal, a JS “congratula a decisão da maioria das associações e entidades presentes”, tendo o PSD e a JSD sido os únicos a votar contra, “de forma isolada”, em “absoluto contraciclo e contraste” com a postura “de cooperação pela qual sempre se pautou este órgão”.

Em representação da JS e do Partido Socialista estiveram presentes na sessão Leonardo Silva Martins, presidente da JS e deputado à Assembleia Municipal, e Daniel Oliveira, vice-presidente da JS e membro da Assembleia de Freguesia. O primeiro falou, entre outros aspetos, das várias medidas que já foram implementadas desde o início do mandato pelo executivo de maioria socialista, como, por exemplo, o Erasmus Municipal, a Assembleia Municipal Jovem e o TUS gratuito para os estudantes.

Além disso, salientou o que está previsto para 2019 e que considera crucial, nomeadamente o reforço ao programa de apoio ao arrendamento e ao Party Sleep Repeat. A compra de um autocarro para a junta, “que presta um importante serviço às escolas e associações”, também foi destacado, bem como a instalação de luminárias Led, “porque apostar em medidas ambientais é, também, ter visão de futuro e apoiar a juventude”, argumentou Leonardo Martins.

Regulamento de bolsas de estudo vai ser revisto e reforçado

Na altura, segundo a nota informativa enviada ao labor, o jovem autarca assumiu que há muito para fazer, mas que num “orçamento sem folgas” é necessário “definir prioridades”, listando o apoio no acesso ao ensino superior, a obtenção de uma primeira experiência profissional e o apoio no acesso à habitação, sobretudo no que diz respeito ao mercado de arrendamento, como fundamentais para a fixação de jovens na cidade, problemática que não foi encarada durante décadas por anteriores executivos do PSD e CDS.

Por seu turno, Jorge Sequeira anunciou que o regulamento de atribuição de bolsas municipais a estudantes sanjoanenses no Ensino Superior será revisto e reforçado. E deu também conta do aumento da verba definida para o programa de apoio ao arrendamento, entre outras medidas que constam do Orçamento para 2019.

Marcaram presença na ocasião, para além da JS, PS, Ecos Urbanos, JCP, JSD e PSD, os três presidentes das associações estudantis das escolas secundárias de S. João da Madeira, tendo sido a primeira vez que tal aconteceu.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui