O eurodeputado do PCP, Miguel Viegas, membro do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde no Parlamento Europeu e da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, esteve, no dia 22 de novembro, na Escola Secundária João da Silva Correia com o intuito de dinamizar a sessão “Os desafios que se colocam à União Europeia na atualidade”.

A iniciativa, promovida no âmbito da disciplina de Economia A, dirigiu-se aos alunos do Ensino Secundário, particularmente aos de Ciências Socioeconómicas, e contou com a presença de uma centena de alunos.

O eurodeputado comunista começou por “sensibilizar os alunos para a necessidade e importância de termos jovens atentos e mobilizados, ativos e curiosos, com capacidade de avaliação crítica face aos assuntos e desafios europeus e, em particular, para as atividades do Parlamento Europeu onde são tomadas medidas com grande impacto no dia-a-dia de cada um de nós”, informou o Agrupamento de Escolas João da Silva Correia (AEJSC), acrescentando que Miguel Viegas partilhou ainda o seu conhecimento e experiência sobre os três pilares da União Europeia e as suas competências:  o Parlamento Europeu, o Conselho da Europa e a Comissão Europeia.

No período dedicado ao debate, os alunos questionaram o eurodeputado “sobre os grandes desafios que se colocam à UE na atualidade, nomeadamente, os sucessivos alargamentos e o BREXIT, o orçamento da UE, a crise dos refugiados e os migrantes, o envelhecimento da população e o desafio demográfico, o crescimento da extrema-direita na Europa, o fenómeno do populismo e a segurança, a  “Europa a duas velocidades”, e, por último, a revolução tecnológica na Europa”, lê-se no comunicado enviado pelo agrupamento ao labor.

Os objetivos da sessão foram “amplamente alcançados” depois de os alunos de Economia A, do 11.º Ano, terem “partilhado que os assuntos abordados pelo eurodeputado constituíram um importante complemento aos conteúdos estudados nas disciplinas de Economia, Geografia e História”, concluiu o AEJSC.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui