A Sala dos Fornos da Oliva Creative Factory encheu, no passado dia 18 de dezembro, para a segunda edição do sarau de Natal do Clube A4. Ainda no seu segundo ano de atividade, e apesar de estar focada na vertente desportiva, as questões de carater social têm sido uma preocupação da coletividade desde a sua fundação pelo que, este ano, o evento assumiu também uma vertente solidária. A entrada para assistir ao espetáculo era feita mediante a entrega de bens alimentares não perecíveis, que posteriormente serão entregues a uma instituição social de S. João da Madeira pela coletividade sanjoanense. “É por isso que hoje estamos aqui, porque pretendemos criar sorrisos em quem mais necessita”, frisa Sara Gonçalves, vice-presidente do Clube A4, sublinhando que a iniciativa, para além de pretender mostrar ao público o trabalho desenvolvido ao longo dos últimos meses, visa também “passar uma mensagem às ginastas”. “Sendo o Clube A4 um clube de sorrisos e de partilha, é muito importante transmitirmos às atletas o quão importante é a solidariedade, a partilha, o carinho e o amor ao próximo. O olhar para o lado e ajudar as pessoas que mais necessitam”, explica a responsável pela coletividade, destacando a importância de incutir essas preocupações de cariz social desde cedo. “Neste momento temos 125 ginastas e queremos que sintam, ainda bastante novas, a responsabilidade social, o valor da partilha e a importância de se proporcionar sorrisos, ainda para mais nesta época natalícia”, refere a vice-presidente. “Para o nosso clube fazia todo o sentido ser assim”, assegura.

Os alimentos recolhidos ao longo do sarau de Natal do Clube A4 serão, posteriormente, entregues aos Serviços Sociais do Município de S. João da Madeira. “Trata-se de uma associação que cuida de crianças e jovens, tal como nós fazemos, ainda que de uma forma diferente”, explica Sara Gonçalves, garantindo que foi esse um dos motivos que a direção da coletividade teve em conta na escolha da associação a apoiar.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui