Lusitano FCV, 0 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Estádio dos Trambelos, em Viseu.

Árbitro: Pedro Viveiros (AF Madeira).

Lusitano FCV: Ruca, Calico, Tiago Gonçalves, Ricardo Leal, Márcio Rocha, Gustavo Petrocelli, Murilo Rosa, Nuno Rodrigues, Kiko Bondoso, Diogo Braz, Hélder Rodrigues.

Suplentes: Badi Sea, Paulo Oliveira, Assen Baldé, Aryson Menegari, Luís Almeida, Rodrigo Machado, Edgar Lopes.

Treinador: Rogério Sousa.

AD Sanjoanense: Fábio Santos, Rúben, Vítor Bastos, Almeida, Gazela, Terrence (Cauê, 62’), Syszi, Coulibaly, Kay Kay (Martim, 66’), Rafa (Daniel Adjei, 83’), Caleb.

Suplentes: Nuno, Cauê, Castro, Matheus, Daniel Adjei, Martin, Florentino.

Treinador: Nuno Costa.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ruca (45’), Vítor Bastos (45’), Syszi (59’), Rúben (69’), Coulibaly (73’), Hélder Rodrigues (90’+2’), Almeida (90’+3’).

Com ambas as equipas a lutarem por um lugar no play-off de promoção, não se esperavam facilidades para os alvinegros na deslocação a Viseu, mas a formação de Nuno Costa realizou uma excelente exibição que, no entanto, pecou na finalização, não conseguindo quebrar o nulo no marcador.

Com uma primeira parte dividida, e ainda que ambas as equipas tenham procurado chegar ao golo várias vezes, foram poucas as situações de perigo e que incomodaram os guardiões em campo, sendo que uma das melhores oportunidades pertenceu aos alvinegros, já perto do intervalo, com um remate cruzado a sair ao lado do poste esquerdo da baliza à guarda de Ruca.

Na segunda parte o jogo aumentou de intensidade e o golo parecia mais perto, mas a falta de pontaria e o bom trabalho dos guarda-redes, em particular do guardião local, mantiveram o nulo até ao final da partida.

Com a Sanjoanense mais pressionante, a primeira oportunidade da etapa complementar pertenceu mesmo aos homens de S. João da Madeira, com Caleb a ficar em posição privilegiada, a passe de um colega de equipa, e num rápido contra-ataque serve Kay Kay que tenta o desvio, mas vê Ruca negar-lhe o golo.

Pouco depois o ganês beneficia de um erro do guardião local, mas uma rápida recuperação da defensiva do Lusitano segurava o nulo.

Os homens de Viseu responderam da mesma forma e por duas vezes viram o remate passar rente aos postes da baliza de Fábio Santos, mas foi Gazela que, pouco depois, poderia ter colocado o marcador em movimento, não fosse mais uma boa intervenção de Ruca.

Com o encontro a caminhar para o final, o Lusitano de Vildemoinhos ainda causou alguns calafrios aos visitantes em lances de bola parada, com destaque para um livre direto de Hélder Rodrigues a passar rente à trave, mas foi a Sanjoanense, já perto do final, que teve mais uma boa oportunidade quando Kay Kay, num rápido contra-ataque, tentou aproveitar a boa posição de um colega de equipa, mas viu o passe cortado por um dos homens da casa.

O nulo acabou por ditar a descida de ambas as equipas na tabela classificativa, com a Sanjoanense a cair para a quinta posição enquanto o Lusitano passou para o terceiro lugar.

No próximo dia 20 os alvinegros voltam a jogar fora de portas com uma deslocação a Mêda, equipa que ocupa a última posição, com apenas um ponto.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui