Créditos: Direitos Reservados

Depois de uma jornada negativa para os vários escalões da APROJ, o último fim de semana revelou-se positivo para a coletividade sanjoanense. Na receção ao Santo Tirso, a equipa de cadetes entrou no jogo determinada a conquistar pontos. E foi o que aconteceu, com as comandadas de Cláudio Laranjeira a vencerem por 3-0. Com uma excelente organização defensiva e um forte serviço das locais, a turma de Santo Tirso nunca conseguiu impor o seu jogo forte no centro da rede.

O mesmo aconteceu com as iniciadas, que venceram, em casa, a formação de Vila Real. As visitantes entraram confiantes frente a uma APROJ que errou muitos serviços, mantendo-se atrás da equipa adversária durante todo primeiro set, que perdeu por 22-25.

No segundo o Vila Real entrou confiante e apesar das jogadoras de Filipa Monteiro se terem esforçado mais para ganhar, alguns erros desnecessários na parte final fizeram com que a formação adversária vencesse o segundo set por 21-25.

Já no terceiro set a equipa de Vila Real entrou em campo a pensar que o jogo estava ganho, mas a APROJ demonstrou o contrário. Uma atleta realizou uma sequência de 17 serviços seguidos, o que levou as locais a conseguir uma boa vantagem, perante um adversário que tentou aproximar-se, mas a distância conseguida permitiu à equipa de Filipa Monteiro vencer por 25-17.

O quarto set foi renhido do início ao fim. As atletas de S. João da Madeira conseguiram uma vantagem de 21-14 sobre as adversárias graças ao serviço consistente, mas o Vila Real pressionou a equipa sanjoanense conseguindo empatar a 23-23. O quarto set acabou por ser discutido nas vantagens com a APROJ a vencer por 26-24.
Com um empate a 2-2 em sets, o quinto começou bem para as locais, que ficaram na frente no marcador do início ao fim, vencendo por 15-10

Sorte diferente teve o escalão de juniores, que cedeu perante a equipa B do Esmoriz GC. Com a APROJ a querer amealhar pontos, depois da derrota no jogo da primeira volta por 3-2, a equipa de S. João da Madeira não começou bem o primeiro set, mas com uma coesão defensiva muito bem organizada conseguiu impor o seu jogo de contra-ataque com especial relevo pelo centro da rede. Com o set inicial perdido, o Esmoriz procurou tomar conta do jogo e no segundo apresentou-se com um serviço muito mais agressivo que fez mossa na receção da APROJ.

No terceiro set as sanjoanenses voltaram a estar mais ligadas ao jogo e com melhores índices de receção, o que fez com que o resultado fosse equivalente até aos 20 pontos, mas a partir daí o Esmoriz esteve mais compacto e certeiro nos ataques acabando por vencer. No último set a APROJ voltou a acumular muitos erros de receção que facilitaram a vida ao adversário, jogando a seu belo prazer com constantes alternâncias de posição no ataque na rede.

Com ente encontro terminou a segunda fase do campeonato, sendo que agora a APROJ vai participar no 77º aniversário da Associação de Voleibol do Porto, que arranca a 9 de fevereiro.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui