No passado sábado, 19 de janeiro, teve início o XIII Ciclo “Musicatos”, concertos promovidos pela câmara municipal em parceria com a Academia de Música de S. João da Madeira) dando destaque a um instrumento – oboé – que pela primeira vez marcou presença no “Musicatos”

Instrumento de sopro tecnicamente muito exigente, o oboé requer uma grande capacidade respiratória e uma técnica apurada do seu executante. Requisitos que Luís Matos revelou possuir e dominar com enorme segurança e mestria.

Optando por apresentar um programa arrojado de música contemporânea (séc.s XX e XXI), Luís Matos apresentou-se, na primeira parte do concerto, acompanhado pela pianista Eugénia Lameiro na interpretação de obras de Benjamin Britten e de Henry Dutilleux. Na segunda parte foram interpretadas duas obras do séc. XXI para oboé solo tendo Luís Matos evidenciado todas as possibilidades sonoras do oboé bem como a sua enorme capacidade técnica e interpretativa.

A concluir este recital foi o público presente brindado com um muito interessante e expressivo “encore” de uma transcrição para piano, oboé e corne inglês da “Suite Espanhola” de Isaac Albéniz que contrastou no estilo e na época com o programa anterior.

A ambos os intérpretes, mas de um modo muito especial ao Luís Matos, a Academia de Música endereça as maiores felicitações e agradecimentos pelos belos momentos proporcionados.

O próximo “Musicatos” está agendado para o dia 30 de março (um sábado) com a presença em palco do Grupo de Percussão da ARMAB (Associação Recreativa e Musical Amigos da Branca).

José Resende

 

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui