Militares que moram a centenas de quilómetros de casa têm de tomar banho na unidade de Santa Maria da Feira

A Unidade de Destacamento de Trânsito da GNR de S. João da Madeira estará sem gás há 15 dias devido à falta de verba para pagar o fornecimento deste serviço por parte do Comando Territorial da GNR de Aveiro. Uma situação que tem levado os militares a ter de tomar banho na unidade da GNR em Santa Maria da Feira e tem causado mau estar entre os elementos do efetivo que, na sua grande maioria, residem em concelhos que ficam a centenas de quilómetros de S. João da Madeira que é para onde foram destacados, avançou o Correio da Manhã.

Além da falta de gás, o termoacumulador também está em mau estado e avariado, adiantou a mesma fonte de informação.

A Unidade de Destacamento de Trânsito da GNR de S. João da Madeira, o Comando Territorial da GNR de Aveiro e o Comando Territorial da GNR de Lisboa foram confrontados com estas informações por parte do labor.

Após não ter sido possível entrar em contacto com o comandante da Unidade da GNR de S. João da Madeira, insistimos em conseguir chegar à fala com os comandos territoriais que não confirmaram nem desmentiram a informação divulgada pelo Correio da Manhã.

O Comando Territorial da GNR de Aveiro deu a conhecer que o pedido de informação do labor tinha sido reencaminhado para a Lisboa. Até ao fecho da edição, apenas conseguimos a informação de que “ainda estamos a apurar os factos” da parte do Comando Territorial da GNR de Lisboa, assegurando uma resposta acerca desta situação assim que a investigação estiver concluída.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui