Dínamo Sanjoanense, 1 – Saavedra Guedes, 1

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Mário Santiago e Óscar Almeida.

Dínamo Sanjoanense: Rui Gonçalves, Emídio Baptista, Francisco Leitão, Xavier Moreira, Rui Rodrigues.

Suplentes: Manuel Moreira, Valter Batista, Fábio Teixeira. Jorge Ribeiro, Manuel Pinho, Pedro Sousa, Daniel Silva, Pedro Tomásio.

Treinador: Luís Almeida.

Saavedra Guedes: Rui Capelas, Fernando Sá, Fernando Costa, Rúben Pinho, Gonçalo Santos.

Suplentes: Rui Costa, Pedro Carvalho, Cristiano Pereira, Tiago Valente, Márcio Oliveira.

Treinador: Bruno Ferreira.

Ao intervalo: 0-1.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fernando Costa (21’), Pedro Carvalho (21’), Rui Gonçalves (28’), Pedro Sousa (38’), Rúben Pinho (38’).

Marcha do marcador: 0-1 por Fernando Costa (8’), 1-1 por Francisco Leitão (35’).

Na jornada do último fim de semana previa-se mais um jogo difícil para o Dínamo Sanjoanense, que recebia o Saavedra Guedes, mas depois de terem estado em desvantagem durante grande parte do encontro os locais acabaram por impor um empate ao terceiro classificado.

O início foi dividido, mas aos oito minutos os homens de Pardilhó assumiam o comando do marcador quando num contra-ataque do Dínamo, Gonçalo Santos recupera a bola a meio campo e numa rápida investida aproveita a demarcação de Fernando Costa que, sem grande oposição, abriu o ativo.

Os locais tentaram reagir, mas o resultado só voltaria a sofrer alterações a cerca de cinco minutos do final da partida. Numa jogada de insistência e com o Saavedra com uma defesa cerrada, é Francisco Leitão, que, a passe de um colega de equipa que lhe permitiu rematar cruzado, restabelece a igualdade.

O resultado não voltaria a sofrer alterações, mas nos últimos instantes foi o guardião do Dínamo que segurou o empate desviando um forte remate dos visitantes.

Com este resultado a equipa de S. João da Madeira caiu para a quinta posição.

Na próxima jornada o Dínamo desloca-se ao recinto do Ossela, adversário que ocupa o sexto lugar com dois pontos de atraso relativamente aos homens de Luís Almeida.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui