Tal como estava previsto no “projeto global de requalificação” do centro cívico, da autoria dos arquitetos Nuno Pedrosa e Vasco Cortez, os canteiros de flores vão ser “removidos” quer da Rua Oliveira Júnior, quer da Rua Visconde. O tema veio a público esta última reunião de câmara pela voz de Paulo Cavaleiro (PSD/CDS-PP), para quem “os canteiros eram uma coisa simpática no meio de tanto granito”.

“Na obra lançada a concurso ainda lá estavam os canteiros, mas já com a ideia de serem removidos”, informou José Nuno Vieira. A sua remoção, segundo o presidente em exercício, “visa promover uma maior mobilidade pedonal”. Além disso, como acrescentou, “a plantação de cerejeiras [na Praça] poderá colmatar a ausência de espaço verde”.

Paulo Cavaleiro “voltou à carga”, mencionando que “ficamos a perder ao perder aquela relva. Ainda mais quando substituímos a madeira por mais granito”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui