Nem sempre é fácil escolher

0
35

Ao recordar é que vamos aprendendo que temos de escolher e que a capacidade de decisão, às vezes até mesmo a rapidez com que o fazemos, é valorizada e socialmente desejada.

Se muitas das decisões que vamos tomando quando adultos, seguidas por rotinas estabelecidas, não chegam a ser conscientes como um processo de escolha através da ponderação de benefícios e desvantagens das diferentes alternativas, algumas outras, contudo batem-nos na sua real, concreta, certa avaliação. Aparentemente não podemos ter tudo. Não podemos comer as iguarias que nos apetecem, não podemos ficar com certas ou diversas pessoas que achamos encantadoras, pois não somos capazes de cumprir os vários programas a que temos acesso.

Ou seja, não podemos comer o bolo e ficar com o bolo e essa diferença e essa distância entra a nossa enorme capacidade desejante e a nossa limitada capacidade de realização, obriga-nos a seguir percursos de escolha sucessíveis em que a preferência de umas coisas é, também, a rejeição de outras. Querendo, ou não, temos de descobrir uma ordem que envolve valoração que nos ajude nesse processo de eliminação por partes, para chegarmos a conclusões que guiem a ação. Mesmo que com dúvidas e incertezas, mesmo achando que aquela dada escolha é pouca convicta e fundamentada, somos empurrados para uma tomada de decisão rápida e definitiva que liquide o assunto e nos torne operantes para o que se segue. Parece que não podemos acumular assuntos pendentes, não podemos esperar que os acontecimentos decorram ao seu próprio ritmo e que temos de intervir e agilizar o que se passa à nossa volta, escolhendo e tomando decisões.

Sem dúvida que escolher é um dos processos de aprendizagem mais difícil pelo que o ser humano passa.

E é um processo nunca concluído, porque é nas escolhas que está o peso das condicionantes externas e muitas das vezes, muito mais que aquelas do que desejaríamos, superiores ao das condicionantes internas. Mas é assim que vamos crescendo e aprendendo que temos de escolher.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui