Créditos: Carlos Santana

Vitória FC, 24 – ADS/Clínicas CMP, 24

Jogo no Pavilhão Antoine Velge, em Setúbal.

Árbitros: Eurico Nicolau e Ivan Caçador.

Vitória FC: Alexandre Moura, Gonçalo Neves, Ricardo Pereira, André Praxedes, Rodrigo Alcácer, Bruno Gaspar, Mário Fiúza, André Fonseca, Tiago Martins, David Tavares, Francisco Fuzeta, Pedro Padre, João Pinto, Jorge Pereira, Artur Pereira, Gonçalo Cunha.

Treinador: Luís leal.

ADS/Clínicas CPM: Ricardo Gaspar, Francisco Silva, Xavier Costa, Gonçalo Fernandes, Guilherme Novo, Ricardo Pinho, Bruno Castro, Tiago Antunes, Rui Rodrigues, Alexandre Dias, Bruno Pinho, Rui Oliveira, Miguel Coutinho, Alan Silva.

Treinador: Herlander Silva.

Ao intervalo: 10-13.

O arranque da fase final, com a Sanjoanense a deslocar-se a Setúbal, para defrontar o Vitória, terminou com uma igualdade. Foi um jogo disputado num ambiente escaldante, uma vez que os jogadores alvinegros depararam-se com um pavilhão muito entusiasta e completamente lotado e frente a uma equipa que ainda não havia cedido qualquer ponto em casa para o campeonato, enquanto na Taça de Portugal havia eliminado, por exemplo, o primodivisionário Avanca.

Os visitantes não se deixaram influenciar pela qualidade d adversário e, depois de cinco minutos iniciais em que os locais se conseguiram impor, a Sanjoanense arrancou para uma excelente exibição, chegando ao intervalo a vencer por três golos de vantagem (10-13).

Na segunda parte os alvinegros mantiveram a postura e com mais uma boa entrada conseguiram colocar o marcador em 12-17, mas alguns erros defensivos aliados a duas exclusões em momentos cruciais foram fundamentais para que o Vitória chegasse ao empate a 24 golos.

Para o técnico alvinegro “foi um grande jogo de andebol, com três excelentes equipas e um ambiente perfeito”. Trabalhámos muito para trazer os três pontos, mas estamos numa fase final e como tal não há jogos fáceis. Seguimos à risca o nosso plano de jogo e apenas nos faltou um pouco mais de discernimento nos últimos minutos para conseguir a vitória”, explicou Herlander Silva, que agora vira as atenções para o próximo confronto. “Vamos analisar muito bem o que se passou para no próximo sábado estarmos mais forte e conseguirmos a primeira vitória nesta fase final”, sublinhou o treinador.

No próximo dia 9 de março a Sanjoanense recebe, no Pavilhão das Travessas, pelas 19h00, o CM 1.º Dezembro.

Agenda

Veteranos masculinos

Alavarium-AD Sanjoanense

Dia 9, às 15h00, Alavarium

Seniores masculinos

ADS/Clínicas CMP-1.º Dezembro

Dia 9, às 19h00, Pavilhão Travessas

Seniores femininos

ADS/Rokefil-Sobreira

Dia 9, às 17h00, Pavilhão Travessas

Juvenis masculinos

AD Sanjoanense-Sismaria

Dia 9, às 15h00, Pavilhão Travessas

Juvenis masculinos

Águeda-AD Sanjoanense

Dia 9, às 14h30, GICA, Águeda

Juvenis femininos

Ac. Viseu-ADS/Rokefil

Dia 9, às 10h00, Fontelo

Infantis masculinos

AD Sanjoanense A-Feirense A

Dia 9, às 11h00, Pavilhão Travessas

Infantis masculinos

Alavarium-AD Sanjoanense B

Dia 9, às 09h30, Alavarium

Infantis femininos

ADS/Rokefil-Feirense

Dia 9, às 09h30, Pavilhão Travessas

Iniciados masculinos

AD Sanjoanense B-Avanca

Dia 10, às 09h30, Pavilhão Travessas

Iniciados femininos

ADS/Rokefil-LAAC

Dia 10, às 11h00, Pavilhão Travessas

Minis masculinos

Avanca-AD Sanjoanense B

Dia 10, às 10h30, Com. Adelino D. Costa

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui