Os Belenenses, 76 – AD Sanjoanense, 83

Jogo no Pavilhão Acácio Rosa, em Lisboa.

Os Belenenses: Gonçalo Silva (13), Tiago Brito (13), Filipe Machado (6), Ricardo Rosa (8), Nuno Monteiro (5), Geremias Manjate (16), Ruben Santos, João Lozano, Darren Townes (15) e Marcelo Pires.

Treinador: Sérgio Ramos.

AD Sanjoanense: Jerry Karczewski (14), Hélder Gomes, Sílvio Rodrigues (8), Eduardo Guimarães (29), Simão Pinheiro (5), André Dara (5), Guilherme Oliveira, Miguel Reis, Carlos Resende (7), Pedro Azevedo (13), José Teixeira (2) e Sergi Coll.

Treinador: Sérgio Salvador.

Ao intervalo: 45-45.

Parciais: 18-19; 27-26; 19-17; 12-21.

A Sanjoanense deslocou-se a Lisboa para defrontar a equipa de Os Belenenses, um jogo que servia de teste ao bom momento de forma da formação alvinegra. Frente a um adversário orientado pelo treinador assistente da Seleção Nacional de basquetebol e também ex-jogador da equipa Lusa, Sérgio Ramos, e que conta nos seus quadros com um conjunto de jogadores de elevada categoria, nomeadamente dois atletas estrangeiros, Darren Townes (EUA) e Geremias Manjate (Moçambique), com este último a revelar-se uma das grandes revelações da edição deste ano da Proliga, não se esperavam facilidades para os homens de Sérgio Salvador. Já do lado alvinegro a ausência por lesão de Sergi Coll deixava antever ainda maiores dificuldades para a Sanjoanense neste jogo.

A primeira parte foi equilibrada. Ao maior poderio dos lisboetas junto da área do cesto, contrapunham os homens de S. João da Madeira com uma defesa agressiva e qualidade no lançamento exterior. A partida chegou empatada ao intervalo graças a um notável lançamento triplo desde a zona de lance livre defensivo, por parte de André Dara, um especialista nestas ações.

Na segunda parte o Belenenses parecia querer tomar conta do jogo, mas no último período a Sanjoanense realizou uma exibição brilhante e não deu qualquer veleidade ao adversário. Em função da excelente leitura tática durante o jogo, os alvinegros aumentaram a intensidade defensiva, levando, muitas vezes, os homens mais altos do Belenenses para a linha de lance livre, onde não têm boas percentagens. No ataque, com maior critério na construção das jogadas, a qualidade dos lançamentos aumentou.

O resultado acabou por cair para os forasteiros, que, assim, se vingaram da derrota averbada no jogo da primeira volta.

Destaque para a bravura dos jogadores da Sanjoanense, com total entrega ao jogo e excelente prestação defensiva. O jogador mais valioso da partida foi, mais uma vez, Eduardo Guimarães, com 29 pontos marcados, apresentando 56% de eficácia da linha de três pontos, nove ressaltos, três assistências e quatro roubos de bola.

Com este resultado a Sanjoanense ultrapassou a Académica na classificação, alcançando o quinto lugar, mas vendo cada vez mais distante a possibilidade de atingir o play off em função das vitórias conseguidas pelas formações do Maia e Academia do Lumiar.

No próximo dia 23 a Sanjoanense recebe, às 16h30, no Pavilhão Paulo Pinto, a formação da Académica.

Agenda

Sub14 femininos

ADS/Farmácia Lamar-Ovarense A

Dia 23, às 11h15, Pavilhão Paulo Pinto

Sub18 masculinos

AD Sanjoanense-AC Alfenins

Dia 23, às 14h30, Pavilhão Paulo Pinto

Sub16 masculinos

NS Estarreja-AD Sanjoanense B

Dia 23, às 15h00, Pavilhão ES Estarreja

Seniores masculinos

AD Sanjoanense-Académica

Dia 23, às 16h30, Pavilhão Paulo Pinto

Sub19 femininos

ADS/RentPiano-Barca BC

Dia 23, às 18h30, Pavilhão Paulo Pinto

Veteranos

Oliveirense-AD Sanjoanense

Dia 23, às 21h00, Pav. Salvador Machado

Sub14 masculinos

Guiões SC 1-ADS A/Alpim XXI

Dia 24, às 11h30, Municipal Guiões

Sub14 masculinos

Sangalhos B-AD Sanjoanense B

Dia 24, às 11h15, Complexo Sangalhos

Sub16 masculinos

Clube Bola Basket-ADS A/Fepsa

Dia 24, às 15h00, Municipal S. Pedro Sul

Sub16 femininos

Galitos A-AD Sanjoanense

Dia 24, às 16h30, Pavilhão Galitos

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui