Créditos: Direitos Reservados

SC Coimbrões, 4 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Parque Silva Matos, em Coimbrões.

Árbitro: Nelson Cunha.

SC Coimbrões: Igor Rocha, Hélio, Mário, Pedro Marques, Tavares (Mota, 68’), Silva, Chico Santos (Tomás Oliveira, 83’), Cleber (Esteves, 89’), Filipe Cardoso, Gil Barros, Guilherme.

Suplentes: João Diogo, Bruno Pereira, Esteves, Mota, Tomás Oliveira, Matheus, Ansumane.

Treinador: José Bizarro.

AD Sanjoanense: Fábio Santos, Cauê, Ruben, Ken, Gazela (Daniel Adjei, 65’), Syzyi, Coulibaly, Matheus (Rafa, 57’), Kay Kay, Ká Semedo (Martin, 72’), Florentino.

Suplentes: Nuno Dias, Vítor Bastos, Daniel Adjei, Júlio, Martin, Rafa, Bilu.

Treinador: Flávio das Neves.

Ao Intervalo 2-0.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gazela, 59’), Mário (83’), Coulibaly (84’).

Marcha do marcador: 1-0 por Chico Santos (15’), 2-0 por Filipe Cardoso (18’), 3-0 por Filipe Cardoso (65’), 4-0 por Silva (78’ gp).

À semelhança da jornada anterior, esta também acabou com uma goleada, mas, ao contrário do que aconteceu frente ao Penava do Castelo, foi a Sanjoanense que sofreu uma pesada derrota (4-0) na deslocação ao Coimbrões.

Num jogo à porta fechada, com a formação da casa a cumprir castigo federativo, os alvinegros entraram a pressionar e logo nos minutos iniciais foi Gazela que levou perigo à baliza dos locais com um remate forte e de longe a passar a poucos centímetros da trave.

A Sanjoanense dava bons indícios no arranque da partida, mas ficou por aí. O Coimbrões tomou conta do jogo e aproveitando alguns erros da defesa visitante foi com alguma facilidade que inaugurou o marcador, quando pouco depois do primeiro quarto de hora Chico Santos respondeu da melhor forma a um passe rasteiro e, sem grande oposição, desviou para o primeiro dos locais.

A equipa da casa não abrandou e perante as facilidades não demorou a chegar ao segundo. Aos 18 minutos de jogo Fábio Santos ainda se opõe a um ataque dos locais, defendendo para canto, mas na cobrança do lance o guardião alvinegro podia ter feito melhor, consentindo o desvio, à entrada da baliza, de Filipe Cardoso.

Com o encontro já perto do intervalo os alvinegros podiam ter reduzido, mas a resposta de Ká Semedo a um cruzamento saiu ao lado.

Na segunda parte o Coimbrões manteve o domínio do jogo e depois de algum perigo viu a Sanjoanense tentar reagir, mas foram os locais que festejaram, quando, aos 20 minutos da etapa complementar, na cobrança de um livre junto à linha lateral Pedro Tavares coloca a bola à entrada da baliza e Filipe Cardoso, com uma desmarcação rápida, surpreendeu Fábio Santos e bisou na partida.

Os alvinegros procuraram responder e instantes depois desperdiçaram uma das melhores oportunidades para reduzir com Ká Semedo a receber um passe em profundidade e a servir Rafa que, à entrada da área e só com o guardião pela frente, atirou à figura de Igor Rocha que, na recarga, ainda viu a bola embater na trave.

Ken não fez melhor e minutos depois, frente à baliza, consentiu a defesa do guarda-redes do Coimbrões.

Os locais voltaram a insistir e aos 78 minutos, num ataque pela ala direita, Rúben trava o adversário já dentro da área e vê o árbitro da partida assinalar grande penalidade, que Silva aproveitou para fechar a contagem.

Com este resultado a Sanjoanense caiu para o quinto lugar na tabela classificava.

O campeonato sofre agora uma paragem, regressando a 24 de março com os alvinegros a receberem a formação do Gafanha, que se encontra nos lugares de despromoção.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui