Créditos: Direitos Reservados

O auditório da Sanjotec foi, mais uma vez, o palco escolhido para a quinta edição do Simpósio de Medicina Desportiva, numa organização conjunta da secção de basquetebol da Associação Desportiva Sanjoanense e da Associação de Futebol de Aveiro. A ação, realizada no passado dia 16 de março, contou com a presença de cerca de 70 inscritos e, este ano, para além de creditado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), contou também com a certificação da UEFA.

Com o objetivo de promover a transmissão da informação mais recente sobre problemas associados à prática desportiva de competição e de lazer, à semelhança das edições anteriores, a iniciativa voltou a contar com um conjunto de profissionais de topo, que abordaram os mais diversos temas relacionados com a área da saúde. Diogo Santos, médico do Boavista FC, deu início ao evento abordando a “Avaliação médica de pré-temporada: O que valorizamos”, seguindo-se a intervenção da ex-podologista do Sporting Clube de Portugal, Janete Leiras, com o tema “Implicações biomecânicas do pé na prática desportiva (rendimento/lesões).

Após um período de debate e uma breve paragem, a iniciativa retomou para as últimas intervenções da manhã dos médicos Eduardo Filipe, do SC Braga, sobre “Lesões desportivas – Estratégias preventivas”, e de Miguel Costa, diretor clínico do Portimonense SC, com “Dor na alta competição e técnicas ecoguiadas”.

O painel da tarde arrancou com a intervenção do professor Manuel Gutierres, traumatologista desportivo e docente universitário, com a temática “Ombro doloroso do atleta”, ao que se seguiu a especialista em medicina desportiva, Helena Fernandes, que abordou o tema “A reabilitação do ombro do desportista”. Já o fisioterapeuta Marcelo Teixeira falou sobre “O que é fisioterapia invasiva”, enquanto o ex-vereador do Desporto da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Pedro Silva, trouxe ao quinto simpósio a “Aplicação de tecnologias de treino – Prevenção e performance.

A última intervenção do dia ficou a cargo de André Seabra, diretor da Portugal Football School, com o tema “Futebol é saúde – Quais as vantagens para crianças e adolescentes?”, ao que se seguiu mais uma sessão de debate.

O encerramento da ação esteve a cargo de Jorge Sequeira, presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, que destacou a importância da prática desportiva, sublinhando a preocupação da autarquia no sentido alargar a atividade física.

Para os responsáveis da secção de basquetebol do clube alvinegro, “a iniciativa teve uma excelente adesão por parte do público”, e com um painel de preletores de qualidade “foi uma fantástica jornada de partilha de conhecimento científico por parte de palestrantes de grande gabarito”. “Para o ano há mais”, garantem.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui