AD Sanjoanense, 5 – AA Coimbra, 5

Jogo no Pavilhão dos Desportos da AD Sanjoanense.

Árbitros: Pedro Figueiredo e Fernando Vasconcelos (AP Minho).

AD Sanjoanense: Tiago Rodrigues, Alexander Mount, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, José Almeida.

Suplentes: Marco Lopes, Tiago Almeida, Duarte Terra, João Cruz, Pedro Rego.

Treinador: Vítor Pereira.

AA Coimbra: Marco Abrantes, Gonçalo Oliveira, Arnaud Crémèse, Daniel Homem, Diogo Graça.

Suplentes: Francisco Moreira, Pedro Picado, João Timóteo, Alexandre Santos, Fábio Vieira.

Treinador: Pedro Ferreira.

Ao intervalo: 2-1.

Ação disciplinar: Cartão azul para Gonçalo Oliveira (28’), Alexandre Santos (46’).

Marcha do marcador: 1-0 por Alexander Mount (1’), 2-0 por Alexander Mount (8’), 2-1 por Fábio Vieira (16’),

2-2 por Fábio Vieira (32’), 3-2 por José Almeida (33’), 4-2 por Xavier Cardoso (33’), 4-3 por Gonçalo Oliveira (43’), 4-4 por Diogo Graça (47’), 4-5 por Daniel Homem (48’), 5-5 por José Almeida (49’).

Faltas: AD Sanjoanense, 12 | AA Coimbra, 10.

Depois da derrota em Vale de Cambra, a Sanjoanense podia ter regressado às vitórias, mas depois de estarem a vencer os alvinegros acabaram a lutar pela igualdade, que chegou no último minuto da partida, num jogo em que a dupla de arbitragem cometeu vários erros.

Procurando reagir ao desaire da jornada anterior, os locais não podiam ter entrado melhor no encontro, com Alexander Mount a inaugurar o marcador praticamente no arranque da partida. O inglês parecia querer resolver o jogo o quanto antes e se pouco depois voltou a ameaçar numa combinação com Xavier Cardoso, aos oito minutos Mount já festejava o segundo, respondendo da melhor forma a um passe de Pedro Cerqueira.

O Académica procurou responder e à passagem do quarto de hora assustou com uma bola ao ferro da baliza de Tiago Rodrigues, que a nove minutos do intervalo não conseguiu evitar o golo da formação de Coimbra com Fábio Vieira, quase sem ângulo, a introduzir a bola pelo “buraco da agulha”.

A equipa de Coimbra foi crescendo e antes do descanso teve mais do que uma oportunidade para chegar à igualdade, mas a excelente exibição do guardião alvinegro manteve a vantagem da Sanjoanense, que entrou na segunda parte com vontade de tomar conta da partida, mas foram os visitantes que chegaram à igualdade por intermédio de Fábio Vieira.

Os locais arregaçaram as mangas e a resposta foi imediata com José Almeida a marcar por duas vezes (4-2) em apenas um minuto. A Sanjoanense estava novamente no comando e tudo parecia bem encaminhado para os homens de Vítor Pereira, com Tiago Rodrigues a dar um excelente contributo para manter a vantagem de dois golos, negando uma grande penalidade a Diogo Graça.

Mas nos últimos minutos, e já depois de Gonçalo Oliveira reduzir para a margem mínima (4-3), a Sanjoanense viu a Académica dar a volta ao marcador quando a equipa de Coimbra estava em under play (com menos um na pista por cartão azul a Alexandre Santos).

Com apenas dois minutos para jogar e em desvantagem, a reação dos alvinegros foi a melhor com José Almeida a repor a igualdade, que Pedro Cerqueira poderia ter desfeito nos últimos segundos, se não tivesse falhado um livre.

No próximo sábado a Sanjoanense defronta mais um adversário que ocupa os lugares de desproporção, com uma deslocação ao recinto do infante Sagres.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui