AD Sanjoanense, 5 – AA Coimbra, 5

Jogo no Pavilhão dos Desportos da AD Sanjoanense.

Árbitros: Pedro Figueiredo e Fernando Vasconcelos (AP Minho).

AD Sanjoanense: Tiago Rodrigues, Alexander Mount, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, José Almeida.

Suplentes: Marco Lopes, Tiago Almeida, Duarte Terra, João Cruz, Pedro Rego.

Treinador: Vítor Pereira.

AA Coimbra: Marco Abrantes, Gonçalo Oliveira, Arnaud Crémèse, Daniel Homem, Diogo Graça.

Suplentes: Francisco Moreira, Pedro Picado, João Timóteo, Alexandre Santos, Fábio Vieira.

Treinador: Pedro Ferreira.

Ao intervalo: 2-1.

Ação disciplinar: Cartão azul para Gonçalo Oliveira (28’), Alexandre Santos (46’).

Marcha do marcador: 1-0 por Alexander Mount (1’), 2-0 por Alexander Mount (8’), 2-1 por Fábio Vieira (16’),

2-2 por Fábio Vieira (32’), 3-2 por José Almeida (33’), 4-2 por Xavier Cardoso (33’), 4-3 por Gonçalo Oliveira (43’), 4-4 por Diogo Graça (47’), 4-5 por Daniel Homem (48’), 5-5 por José Almeida (49’).

Faltas: AD Sanjoanense, 12 | AA Coimbra, 10.

Depois da derrota em Vale de Cambra, a Sanjoanense podia ter regressado às vitórias, mas depois de estarem a vencer os alvinegros acabaram a lutar pela igualdade, que chegou no último minuto da partida, num jogo em que a dupla de arbitragem cometeu vários erros.

Procurando reagir ao desaire da jornada anterior, os locais não podiam ter entrado melhor no encontro, com Alexander Mount a inaugurar o marcador praticamente no arranque da partida. O inglês parecia querer resolver o jogo o quanto antes e se pouco depois voltou a ameaçar numa combinação com Xavier Cardoso, aos oito minutos Mount já festejava o segundo, respondendo da melhor forma a um passe de Pedro Cerqueira.

O Académica procurou responder e à passagem do quarto de hora assustou com uma bola ao ferro da baliza de Tiago Rodrigues, que a nove minutos do intervalo não conseguiu evitar o golo da formação de Coimbra com Fábio Vieira, quase sem ângulo, a introduzir a bola pelo “buraco da agulha”.

A equipa de Coimbra foi crescendo e antes do descanso teve mais do que uma oportunidade para chegar à igualdade, mas a excelente exibição do guardião alvinegro manteve a vantagem da Sanjoanense, que entrou na segunda parte com vontade de tomar conta da partida, mas foram os visitantes que chegaram à igualdade por intermédio de Fábio Vieira.

Os locais arregaçaram as mangas e a resposta foi imediata com José Almeida a marcar por duas vezes (4-2) em apenas um minuto. A Sanjoanense estava novamente no comando e tudo parecia bem encaminhado para os homens de Vítor Pereira, com Tiago Rodrigues a dar um excelente contributo para manter a vantagem de dois golos, negando uma grande penalidade a Diogo Graça.

Mas nos últimos minutos, e já depois de Gonçalo Oliveira reduzir para a margem mínima (4-3), a Sanjoanense viu a Académica dar a volta ao marcador quando a equipa de Coimbra estava em under play (com menos um na pista por cartão azul a Alexandre Santos).

Com apenas dois minutos para jogar e em desvantagem, a reação dos alvinegros foi a melhor com José Almeida a repor a igualdade, que Pedro Cerqueira poderia ter desfeito nos últimos segundos, se não tivesse falhado um livre.

No próximo sábado a Sanjoanense defronta mais um adversário que ocupa os lugares de desproporção, com uma deslocação ao recinto do infante Sagres.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here