Infante de Sagres, 7 – AD Sanjoanense, 6

Jogo no Pavilhão do Infante de Sagres, em Lordelo do Ouro, Porto.

Árbitros: Pedro Miguel Sousa e Paulo Santos (AP Porto).

Infante de Sagres: Nuno Magalhães, Tiago Pinheiro, Márcio Rodrigues, Bernardo Marques e Eduardo Brás

Suplentes: Pedro Maia, Pedro Cardoso, Tomás Baldaque, Nuno Barata e Bernardo Castanheira

Treinador: Óscar Alves.

AD Sanjoanense: Tiago Rodrigues, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, Alex Mount e José Almeida.

Suplentes: Marco Lopes, João Cruz, Pedro Rego e Tiago Almeida.

Treinador: Vítor Pereira.

Marcha do marcador: 1-0 por Eduardo Brás (8′), 1-1 por Xavier Cardoso (14′), 2-1 por Tiago Pinheiro (23′), 2-2 por Pedro Cerqueira (33′), 2-3 por Alex Mount (33′), 2-4 por Alex Mount (34’), 3-4 por Márcio Rodrigues (34′), 4-4 por Bernardo Castanheira (35′), 5-4 por Márcio Rodrigues (40’), 6-4 por Tiago Pinheiro (44’), 7-4 por Bernardo Marques (47’), 7-5 por Tiago Almeida (48’), 7-6 por Alex Mount (49’).

Ação disciplinar: Cartão azul para Bernardo Castanheira (23′), Bernardo Marques (31′), Tiago Pinheiro (33′), Xavier Cardoso (40′) e Eduardo Brás (48′ e 48’).

Faltas: Infante de Sagres, 17 | AD Sanjoanense, 9.

A Sanjoanense voltou a não ganhar pelo terceiro jogo consecutivo na deslocação ao Infante de Sagres, tendo sido batida por 7-6, aumentando para 10 os pontos perdidos nas últimas cinco jornadas. Contudo, os alvinegros ainda mantêm a liderança da II Divisão Nacional Zona Norte de Hóquei em Patins.

Em Lordelo do Ouro, em plena cidade do Porto, foi a Sanjoanense a ter sinal mais na primeira parte. No entanto, a pontaria desafinada e uma tarde inspirada do guarda-redes Nuno Magalhães levaram os alvinegros ao intervalo em desvantagem. Eduardo Brás inaugurou o marcador aos oito minutos, enquanto Xavier Cardoso ainda empatou aos 14′, mas Tiago Pinheiro fez o 2-1 aos 23′. O primeiro tempo era sintomático do mau momento que os homens de S. João da Madeira atravessam.

Na etapa complementar, a Sanjoanense consumou a reviravolta no espaço de um minuto, com golos de Pedro Cerqueira e dois de Alex Mount, na transformação de livres-diretos. A ganhar por 4-2, poderia pensar-se que a partida estaria controlada, mas a Sanjoanense deixou que esta se descontrolasse a ponto de se ver a perder por 7-4 até aos 22′. Tiago Almeida e Alex Mount fixaram o resultado final que poderia, até, ter dado um empate, mas o poste negou no último segundo o 7-7 a Xavier Cardoso.

Resultado penalizador para os alvinegros, que foram mais acutilantes ofensivamente do que aquilo que tinham feito na ronda anterior, diante da Académica, mas que cometeram erros defensivos que custaram uma fatura elevada. Má arbitragem de uma dupla que foi demasiado permissiva com o excesso de agressividade dos locais.

Todavia, os homens da capital do calçado beneficiaram do deslize dos Carvalhos na Póvoa, por 4-2, e mantêm o primeiro lugar no campeonato, agora com seis golos de vantagem sobre os gaienses. O grande vencedor da jornada acabou por ser o HA Cambra, que encurtou para um ponto a distância face aos líderes.

No próximo sábado, a Sanjoanense recebe, pelas 17h30, o Valença, num jogo a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal.

Adeptos agredidos no exterior

Dois adeptos da Sanjoanense foram agredidos no exterior do Pavilhão do Infante de Sagres por apoiantes dos portuenses. Um deles precisou mesmo de receber tratamento hospitalar após o final de uma partida que registou, ainda, uma tentativa de agressão por parte de Nuno Barata, jogador dos locais, a um membro da Força Negra, claque da ADS, sem que, contudo, o jogador tivesse sido expulso.

Resultados da formação:

Sub-20

AD Sanjoanense, 8 – HC Braga, 3

Sub-20

AD Sanjoanense, 1 – Sporting CP, 6

Sub-17

AD Sanjoanense, 3 – CENAP, 3

Sub-15

AD Sanjoanense, 11 – CA Feira, 0

Sub-15

AD Sanjoanense B, 1 – CENAP, 8

Sub-13

AA Coimbra, 2 – AD Sanjoanense, 3

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui