Depois de vários dias repletos de atividades em diversos pontos da cidade, a maioria direcionada para as escolas, a Semana da Terra terminou este último domingo com o Mercadinho Sustentável. E digamos que o fim deste evento camarário levado a cabo no âmbito da Agenda 21 Local de S. João da Madeira não podia ter corrido melhor: a Praça Luís Ribeiro encheu-se de expositores e de visitantes ao longo de todo o dia.

Além de um programa com muita animação musical e ateliês, o Mercadinho Sustentável contou com quatro dezenas de postos de venda de produtos de artesanato e da terra, onde foi possível encontrar, por exemplo, fruta, hortícolas, sementes, plantas, flores, chás, licores, compotas, ervas medicinais, biscoitos, bolos, bolachas, charcutaria, etc.. Houve ainda a participação de produtores da Associação de Desenvolvimento Regional Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) e a colaboração da Cooperativa Agrícola da Feira, de S. João da Madeira, de Gaia e de Espinho, entre outros.

Autarca faz “balanço positivo” da Semana da Terra

Em declarações à comunicação social na passada terça-feira, Jorge Sequeira fez “um balanço positivo” não só do Mercadinho Sustentável como também da Semana da Terra em geral. De acordo com o presidente da câmara municipal, na semana transata, miúdos e graúdos “pararam para pensar numa mensagem ecológica de preservação e mesmo de salvação do planeta”.

“A Semana da Terra tem como objetivo ser uma grande ação de sensibilização ambiental das crianças, professores, pais, encarregados de educação e restante comunidade os problemas ambientais”, lembrou o autarca, referindo que tal “foi conseguido com as múltiplas iniciativas que fizemos”. Destas, destacou, precisamente, o Mercadinho Sustentável, a plantação de espécies florestais e a exibição nos Paços da Cultura de “Antes do Dilúvio”, um documentário sobre as alterações climáticas de Leonardo DiCaprio “com uma mensagem muito forte em termos de boa conduta ecológica”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui