AD Sanjoanense, 1 – Leça FC, 1

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia.

Árbitro: Tiago Pinto, auxiliado por Graziano Vieira e Henrique Ramos (AF Leiria).

AD Sanjoanense: Fábio Santos, Castro, Ken, Vítor Bastos, Cauê, Coulibaly, Kay Kay, Júlio (Matheus, int), Ká Semedo (Martin, int), Rafa (Almeida, 83’), Daniel.

Suplentes: Nuno Dias, Florentino, Almeida, Gazela, Matheus, Bilu, Martin.

Treinador: Flávio das Neves.

Leça FC: Cristiano, Landry, Paulo Lopes, Miguel Lopes (Prazeres, 75’), Isaac, Joel, Max, Simões (Miguel Ângelo, 63’), Teles, Materazzi, Zé Barros (Jair, 87’).

Suplentes: Gustavo, João Pedro, Jair, Marcos, Prazeres, Miguel Ângelo, Pedro Pinto.

Treinador: Domingos Barros.

Ao intervalo: 0-0.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Miguel Lopes (14’), Max (23’), Vítor Bastos (32’), Ken (36’).

Marcha do marcador: 1-0 por Matheus (55’), 1-1 por Materazzi (86’).

Frente a um adversário que luta por fugir aos lugares de despromoção, a Sanjoanense teve muitas dificuldades para chegar ao golo, mas depois da vantagem, conseguida na segunda parte, os alvinegros acabariam por consentir o empate já nos últimos minutos da partida.

Num jogo nem sempre muito bem jogado, os locais tinham obrigação de fazer mais e melhor, mas foi um Leça, talvez motivado por uma série de três vitórias consecutivas, que procurou tomar conta da partida e logo nos minutos iniciais incomodou a defensiva da Sanjoanense, naquela que foi a única situação de registo da primeira parte. Um remate rasteiro de Issac à entrada da área e de frente para a baliza obriga Fábio Santos a uma segunda defesa, depois de não conseguir segurar a bola na primeira tentativa.

A Sanjoanense procurou reagir e conseguir equilibrar o jogo, mas as melhores oportunidades pertenceram à formação visitante, ainda que sem grande perigo para a baliza alvinegra, pelo que o nulo ao intervalo ajustava-se ao trabalho de ambas as equipas.

Na segunda parte o jogo não sofreu grandes alterações, mas a entrada ao intervalo de Martin e Matheus deu outra dinâmica à Sanjoanense, que conseguiu criar dificuldades acrescidas ao setor mais recuado do Leça.

Mais pressionastes, os homens da casa acabariam por chegar ao golo com 10 minutos de jogo quando na cobrança de um livre, descaído sobre o flanco direito, Vítor Bastos envia a bola ao poste e na recarga Matheus inaugura o marcador.

Sem grandes soluções para conseguir ultrapassar a defensiva visitante, os locais procuraram segurar a vantagem, mas a quatro minutos do final do tempo regulamentar o Leça deu um rude golpe nos alvinegros com o golo da igualdade. Na cobrança de um pontapé de canto ao segundo poste, Fábio Santos não consegue desviar a bola e Materazzi, a saltar mais alto do que toda a defensiva local, restabelece o empate com um cabeceamento bem executado.

Com este resultado a Sanjoanense mantém-se no quarto lugar, mas perdeu terreno para o Espinho, que é terceiro classificado, enquanto o Leça saiu da “linha de água”, com troca com o Pedras Rubras, o adversário dos alvinegros no próximo domingo.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui